Jovens são presos após violar túmulo e tirar foto com crânio em cemitério

Os três delinquentes tentaram fugir pulando o muro do cemitério, no entanto, foram presos logo depois pela Polícia Militar

Fotos já haviam sido publicadas nas redes sociais (Fotos: Reprodução)

A Polícia de Dores do Indaiá, Minas Gerais, prendeu três jovens após violarem um túmulo e registrarem imagens com um crânio humano. Os delinquentes violaram o túmulo, abriram o caixão e profanaram os restos mortais. O ato criminoso ocorreu no último domingo (26) de janeiro.

Como se não fosse o suficiente, em um ato de desrespeito, postaram fotos com a ossada nas redes sociais. Um funcionário do cemitério viu a cena e acionou a Polícia Militar (PM).

O trio delinquente — um de 19 anos e outros dois de 20 anos— pulou o muro do cemitério e fugiu, no entanto, foram presos momentos depois.

Um dos envolvidos esqueceu o celular no cemitério. No aparelho a polícia localizou várias fotos do trio segurando um crânio, sendo que um deles já havia até postado algumas imagens nas redes sociais.

Mulher trajando apenas roupas íntimas é detida por desacato em Capinópolis

Suspeitos de estupro de vulnerável são presos em Santa Vitória