Botulismo pode ser a causa de doença em três mulheres de Canápolis

As três vítimas consumiram pequi em conserva e podem ter sido contaminada pelo bacilo. O estado de saúde é considerado grave

Três mulheres que apresentam um quadro grave de saúde, podem ter sido intoxicadas pela bactéria causadora do botulismo. As vítimas, que residem no Município de Canápolis, no Triângulo Mineiro, consumiram pequi em conserva.

As três vítimas apresentam quadro agudo de saúde. Uma está internada no Hospital São José em Ituiutaba e duas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC/UFU). A paciente do Hospital São José tem 69 anos e corre risco de morte.

As três pacientes fizeram exame, no entanto, o material foi enviado à Fundação Ezequiel Dias (Funed) na capital mineira, Belo Horizonte, e o resultado ainda não foi emitido.

Botulismo

botulismo é uma doença neuroparalítica grave, não contagiosa, causada pela ação de uma potente toxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum.

A bactéria se desenvolve em alimentos enlatados ou mal esterilizados.

Tratamento

O botulismo pode ser fatal e requer cuidados médicos de emergência. Os tratamentos incluem injeção de antitoxina e assistência respiratória.

Câmera de segurança flagra capotamento em Canápolis

Artigo: Você aceita bem o seu envelhecimento?