Menino ferido após deslizamento em Osasco continua internado

O menino ferido após deslizamento de terra no Morro do Socó, na cidade de Osasco (SP), na última segunda-feira (10), continua internado no Hospital Municipal de Barueri. Segundo a prefeitura de Osasco, o estado de saúde da criança não pode ser informado a pedido da família. O pai e a mãe do menino também ficaram feridos no desabamento.

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, decretou estado de calamidade na cidade por causa das fortes e constantes chuvas que atingiram o local na madrugada de segunda-feira (10).

As famílias que moravam no Morro do Socó foram abrigadas no CEU das Artes do Bonança, no Centro de Acolhimento do Rochdale e no Abrigo do Jardim das Flores, informou a prefeitura. A prefeitura não sabe informar quantas pessoas viviam no Morro do Socó, mas disse que 81 famílias foram removidas do local após o desmoronamento. A maior parte delas, disse a administração municipal, optou por ficar na casa de parentes, enquanto outras foram para os equipamentos disponibilizados pela prefeitura. Há também aqueles que retornaram para suas casas, mesmo com a interdição do local.

De acordo com a prefeitura, 19 famílias (sendo 35 adultos e 27 crianças) estão abrigadas no CEU das Artes. Há duas famílias e outras duas pessoas no Albergue Rochdale e um adolescente no Abrigo do Jardim das Flores.

A prefeitura informou ainda que o Morro do Socó é uma área de ocupação e que está fazendo o cadastramento das famílias no programa Bolsa Aluguel. “Após dar assistência às famílias, porque essa é a prioridade, o Gabinete de Crise irá discutir obras emergenciais e demais ações”, informou a administração à reportagem da Agência Brasil.

Brasileiro recebe prêmio por liderar rede de bancos de leite humano

Guedes diz que enviará proposta da reforma tributária em duas semanas