Cinco brasileiros que estiveram na China são suspeitos de Coronavírus

O Ministério da Saúde está monitorando cinco pessoas com suspeitas de coronavírus. São quatro casos em São Paulo e um no Rio Grande do Sul. São pessoas que estiveram na China, apresentam sintomas de gripe e tiveram diagnóstico negativo para o vírus comum.

Até ontem eram três casos sendo monitorados.  Desde o começo da epidemia na China, 45 já foram descartados no país. O Brasil segue sem registros da doença.

No porto de Santos, um navio de bandeira chinesa, o Kota Pemimpin segue isolado, sem que os tripulantes possam desembarcar. A embarcação segue isolada até que passe por inspeção da Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Dois  tripulantes do navio tiveram sintomas de gripe durante a viagem, o que levantou a suspeita de coronavírus, mas o comandante já informou à administração do porto de Santos que a saúde dos dois melhorou e a suspeita, a principio, foi descartada.

Ainda assim, a Anvisa, a Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo e a Secretaria de Saúde de Santos só vão permitir o embarque e desembarque do navio, depois da inspeção.

A avaliação deveria ter acontecido nesta terça-feira (18), mas foi adiada em função da maré, que impediu a chegada das equipes de saúde ao navio. Foi remarcada para esta quarta-feira (19).

Na China, o número de novas infecções ficou abaixo de dois mil pela primeira vez desde o dia 30 de janeiro, o que indica uma desaceleração na epidemia.

O número de casos no país asiático ultrapassa os 71 mil no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde. A maioria deles na cidade de Wuhan, epicentro da epidemia.

Segundo autoridades chinesas, mais de 12 mil e 500 pessoas já receberam alta da doença.

Hong Kong registra 2ª morte pelo novo coronavírus

Senador Cid Gomes é hospitalizado após ser baleado no Ceará