Procon Carioca mantém ações de fiscalização no Sambódromo do Rio

O Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Carioca) fez 21 fiscalizações no Sambódromo do Rio nesta segunda-feira (24) e notificou o Camarote Global, por falta de alvará de funcionamento e certificado de dedetização. Desde o início do carnaval oficial, na última sexta-feira (21), foram 131 fiscalizações e seis estabelecimentos notificados pelo órgão na Passarela do Samba.

Os cinco estabelecimentos notificados anteriormente são D’Samba, do setor 11, pela falta do alvará de funcionamento e do certificado do Corpo de Bombeiros; duas lojas do Bobs, sendo uma pela falta do alvará e outra pela falta do preço unitário do guaracamp, o que caracteriza venda casada; uma Popcorn, por não apresentar alvará e certificado do Corpo de Bombeiros; e o Botequim do Samba, pela ausência do licenciamento sanitário e do certificado de dedetização. Os estabelecimentos têm até dez dias para apresentar a defesa ao Procon Carioca. Eles poderão ser multados.

Os fiscais do Procon Carioca permanecerão atuando hoje no Sambódromo, onde ocorrerá, a partir das 16h, o desfile das escolas de samba mirins. Segundo afirmou o presidente do Procon Carioca, Benedito Alves, a fiscalização vai continuar no próximo sábado (29), no desfile das campeãs.

“Até agora, no que se refere às cozinhas, temos observado mais cuidado das empresas com a higiene. Algumas estão falhando é na falta de documentação, importante para o funcionamento dos trabalhos, como alvará e certificados dos Bombeiros e dedetização”, disse Benedito Alves.

Com mais 23 assassinatos, mortes no Ceará chegam a 170

Resultado da inscrição para Fies e P-Fies sai nesta quarta