Primeiro Grenal da Libertadores termina em confusão

Havia enorme expectativa em torno do primeiro Grenal da Libertadores. Contudo, os mais de 53 mil torcedores presentes na Arena do Grêmio na noite desta quinta (12) lembrarão muito mais da batalha campal que aconteceu no final da partida do que do futebol apresentado.

Com este resultado o Internacional permaneceu na liderança do grupo E, com os mesmos quatro pontos do vice-líder Grêmio, mas com um saldo de gols melhor.

Guerrero e Geromel em ação no primeiro Grenal da Libertadores – Reuters/Diego Vara/Direitos Reservados

O clássico gaúcho começou com o Grêmio aproveitando o apoio da torcida para criar boas chances, a melhor delas em finalização de cabeça do zagueiro Geromel. Mas, após esta pressão inicial, o Internacional tomou conta do jogo e teve chance clara de abrir o marcador com o meia Boschilia.

No segundo tempo a temperatura da partida aumenta muito, tanto com a bola rolando, com chances claras de gol, como nas disputas de bola, com jogadas muito duras de lado a lado.

E a temperatura tanto aumentou que a partida terminou com oito jogadores expulsos, quatro de cada lado. Pepê, Luciano, Caio Henrique e Paulo Miranda pelo Grêmio. Edenílson, Moisés, Víctor Cuesta e Praxedes pelo Internacional.

Grêmio e Internacional não sabem quando voltam a jogar pela competição – Reuters/Diego Vara/Direitos Reservados

Com a decisão, anunciada pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) nesta quinta, de suspender todas as partidas da Copa Libertadores previstas para acontecer na próxima semana por conta do avanço do coronavírus, o colorado e o tricolor não sabem quando voltam a jogar pela competição.

Justiça do Rio suspende sessões e julgamentos devido ao coronavírus

Copa do Brasil: Goiás supera Vasco por 1 a 0