Federação Internacional de Vôlei adia início de Liga das Nações

Prevista para começar em maio, a Liga das Nações teve seu início adiado pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB, sigla em inglês), para depois dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Em comunicado oficial divulgado na manhã de hoje (13), a entidade argumentou que “a saúde e o bem-estar dos atletas é prioridade, e a medida de precaução visa o interesse de todos os envolvidos”.

 A decisão da FIVB ocorre após o adiamento e cancelamentos de diversas competições pelo mundo, por conta do conta da propagação da pandemia do novo coronavírus. O calendário da Liga das Nações previa a realização de partidas em países afetados pelo Covid-19, além das finais planejadas inicialmente para a China (disputa feminina) e Itália (masculina). 

A entidade também afirmou que está avaliando o cronograma de competições do vôlei de praia, junto a organizadores e autoridades de cada país. Até o momento, foi adiada apenas a etapa da China do circuito mundial – que pontua para o ranking olímpico – e cancelada a etapa do Irã. 

BB e Caixa anunciam liberação de crédito para empresas em dificuldades

Bolsonaro testa negativo para coronavírus