IMS paulista mantém programação cultural, mas adota medida preventiva

A unidade paulista do Instituto Moreira Salles (IMS) decidiu manter a maior parte das atividades culturais que promove, mas incorporar, nos próximos dias, medidas que evitem a transmissão do novo coronavírus. A posição foi anunciada na noite de ontem (13).

Na última quarta-feira (11), a infecção causada pelo novo coronavírus (Covid-19), foi classificada como pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Esta caracterização que destaca a abrangência global da gripe, não sinalizando que se tornou mais mortal, conforme esclarece a Organização das Nações Unidas (ONU).

Em nota, o IMS informou que a unidade de São Paulo, localizada na Avenida Paulista, funcionará em horário normal durante o fim de semana. No máximo, 50 pessoas poderão dividir um mesmo ambiente, ao mesmo tempo.

A mesma diretriz está sendo adotada pelo IMS de Poços de Caldas, interior de Minas Gerais. Além disso, todas as sessões de cinema do IMS Paulista foram canceladas.

Ao contrário das unidades do IMS em outros estados, a do Rio de Janeiro decidiu fechar as portas, a partir de hoje (14), por prazo indeterminado. Todos os eventos programados foram cancelados, incluindo o lançamento da edição 34 da revista Serrote, importante periódico de arte que tem artigos assinados por especialistas brasileiros e estrangeiros.

A decisão da unidade fluminense teve como base decreto do governador do estado, Wilson Witzel, publicado nessa sexta-feira, que determina a suspensão de atividades que envolvam a aglomeração de pessoas, por 15 dias.

Butantan suspende visita a museus por causa do coronavírus

Estudantes ensinam famílias a se prevenir contra o novo coronavírus

IMS paulista mantém programação cultural, mas adota medida preventiva

A unidade paulista do Instituto Moreira Salles (IMS) decidiu manter a maior parte das atividades culturais que promove, mas incorporar, nos próximos dias, medidas que evitem a transmissão do novo coronavírus. A posição foi anunciada na noite de ontem (13).

Na última quarta-feira (11), a infecção causada pelo novo coronavírus (Covid-19), foi classificada como pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Esta caracterização que destaca a abrangência global da gripe, não sinalizando que se tornou mais mortal, conforme esclarece a Organização das Nações Unidas (ONU).

Em nota, o IMS informou que a unidade de São Paulo, localizada na Avenida Paulista, funcionará em horário normal durante o fim de semana. No máximo, 50 pessoas poderão dividir um mesmo ambiente, ao mesmo tempo.

A mesma diretriz está sendo adotada pelo IMS de Poços de Caldas, interior de Minas Gerais. Além disso, todas as sessões de cinema do IMS Paulista foram canceladas.

Ao contrário das unidades do IMS em outros estados, a do Rio de Janeiro decidiu fechar as portas, a partir de hoje (14), por prazo indeterminado. Todos os eventos programados foram cancelados, incluindo o lançamento da edição 34 da revista Serrote, importante periódico de arte que tem artigos assinados por especialistas brasileiros e estrangeiros.

A decisão da unidade fluminense teve como base decreto do governador do estado, Wilson Witzel, publicado nessa sexta-feira, que determina a suspensão de atividades que envolvam a aglomeração de pessoas, por 15 dias.

Butantan suspende visita a museus por causa do coronavírus

Estudantes ensinam famílias a se prevenir contra o novo coronavírus

IMS paulista mantém programação cultural, mas adota medida preventiva

A unidade paulista do Instituto Moreira Salles (IMS) decidiu manter a maior parte das atividades culturais que promove, mas incorporar, nos próximos dias, medidas que evitem a transmissão do novo coronavírus. A posição foi anunciada na noite de ontem (13).

Na última quarta-feira (11), a infecção causada pelo novo coronavírus (Covid-19), foi classificada como pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Esta caracterização que destaca a abrangência global da gripe, não sinalizando que se tornou mais mortal, conforme esclarece a Organização das Nações Unidas (ONU).

Em nota, o IMS informou que a unidade de São Paulo, localizada na Avenida Paulista, funcionará em horário normal durante o fim de semana. No máximo, 50 pessoas poderão dividir um mesmo ambiente, ao mesmo tempo.

A mesma diretriz está sendo adotada pelo IMS de Poços de Caldas, interior de Minas Gerais. Além disso, todas as sessões de cinema do IMS Paulista foram canceladas.

Ao contrário das unidades do IMS em outros estados, a do Rio de Janeiro decidiu fechar as portas, a partir de hoje (14), por prazo indeterminado. Todos os eventos programados foram cancelados, incluindo o lançamento da edição 34 da revista Serrote, importante periódico de arte que tem artigos assinados por especialistas brasileiros e estrangeiros.

A decisão da unidade fluminense teve como base decreto do governador do estado, Wilson Witzel, publicado nessa sexta-feira, que determina a suspensão de atividades que envolvam a aglomeração de pessoas, por 15 dias.

Butantan suspende visita a museus por causa do coronavírus

Estudantes ensinam famílias a se prevenir contra o novo coronavírus