Líderes europeus debaterão efeitos do coronavírus nesta terça-feira

Os chefes de estado e de governo da União Europeia (UE) vão voltar a reunir-se, por videoconferência, nesta terça-feira (17) para discutir a resposta ao surto de Covid-19, anunciou hoje o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.

“Decidi convocar uma videoconferência com os membros do Conselho Europeu para dar seguimento às ações a nível do conselho relativamente ao Covid-19”, disse Michel na sua conta oficial na rede social Twitter.

O presidente do Conselho Europeu acrescentou que “conter a propagação do vírus, fornecer equipamento médico, impulsionar a investigação e limitar as consequências econômicas” são algumas das chaves na resposta da UE a esta crise de saúde pública.

Hoje, realiza-se, por videoconferência, uma reunião de ministros das Finanças da zona euro (Eurogrupo), alargada aos países que não têm a moeda única, centrada na resposta econômica ao surto, que ameaça mergulhar a Europa na recessão, e também dos ministros do Interior e da Saúde dos 27 países, mais focada na gestão das fronteiras.

O novo coronavírus – responsável pela pandemia de Covid-19, detectado em dezembro passado na China, já provocou mais de 6.500 mortos em todo o mundo.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o epicentro da pandemia deslocou-se da China para a Europa, onde se situa o segundo caso mais grave, o da Itália, que anunciou no domingo 368 novas mortes nas últimas 24 horas, elevando para mais de 1.800 o número de óbitos no país.

O número de infectados a nível mundial ronda as 170 mil pessoas, com casos registrados em pelo menos 148 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 245 casos confirmados. Do total de infectados, mais de 77 mil se recuperaram.

Conheça os novos serviços de streaming que chegam ao Brasil

Motociclista morre em Abadia dos Dourados após acidente na BR-352