Cartório Eleitoral paralisa agendamentos e atendimentos devido ao coronavírus

O TRE/MG baixou portaria determinando a suspensão do atendimento aos eleitores de 18 a 31/03

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE/MG) baixou portaria na última segunda-feira (16.mar.2020), determinando a suspensão do atendimento aos eleitores de 18 à 31 de março em todo o Estado de Minas Gerais.

“Fica temporariamente suspenso o agendamento e o atendimento presencial ao eleitor, relativamente aos serviços prestados pelos Cartórios Eleitorais, Postos de Atendimento e todas as demais Centrais de Atendimento ao Eleitor, inclusive no BH Resolve e nas Unidades de Atendimento Integrado – UAI, no período de 18 a 31 de março de 2020”, diz trecho do documento.

Segundo Juliana Pereira, chefe do Cartório Eleitoral de Capinópolis, no Triângulo Mineiro, o eleitor poderá consultar várias situações via internet.

“Todos os atendimentos estão suspensos. Na internet o eleitor consegue emitir certidão, multa, consultar o número do título, local de votação, filiação partidária. Por enquanto haverá serviço interno, e advogados e representantes de partidos serão atendidos por telefone e/ou meio eletrônico”, destacou Juliana Pereira.

Juliana Pereira, chefe do cartório eleitoral (Foto: Arquivo/Tudo Em Dia/Paulo Braga)

Conforme relatado pela chefe do cartório, o atendimento aos advogados e representantes de partidos políticos deverá ser realizado, preliminarmente, por meio telefônico ou eletrônico, nos canais já disponíveis e identificados no site do TRE/MG, em www.tre-mg.jus.br.

Coronavírus no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba

Com a confirmação do primeiro caso em UberlândiaPatrocínio, a mesorregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba contam com dois casos de infecção comprovadas.

Ituiutaba, no Pontal do Triângulo Mineiro, conta com dois casos suspeitos.

Primeira morte por infecção do novo coronavírus no Brasil

 Nesta terça-feira, foi confirmada a primeira morte no Brasil em decorrência do novo coronavírus no Brasil. Um homem de 62 anos morreu em São Paulo em decorrência da infecção.

General Augusto Heleno testa positivo para Covid-19. Governador de MG testa negativo para a doença

Surto de coronavírus pode destruir até 25 milhões de empregos, diz OIT