Capinópolis registra 2 casos suspeitos de coronavírus

Além do registro de dois casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus, um caso de H1N1 está sendo investigado

A Secretaria de Saúde do Município de Capinópolis, no Triângulo Mineiro, registrou dois casos suspeitos de infecção pelo agente coronavírus (Covid-19). A informação foi confirmada pela secretária de saúde do município, Sandra Barbosa, por volta das 20h48 desta terça-feira (24.mar.2020).

Veja o boletim do Tudo Em Dia

Os dois casos são de um jovem de 23 anos e uma mulher de 43 anos — mãe e filho.

O jovem é caminhoneiro tem histórico de passagens por São Paulo, atual epicentro das infecções por Covid-19 no Brasil, com 810 casos confirmados. A paciente de 43 anos chegou recentemente do Estado do Maranhão, onde há 8 casos confirmados da doença.

Segundo a secretária de saúde, os pacientes não apresentam um quadro severo da infecção. “A queixa do paciente de 23 anos é uma dor de garganta e tosse e a mãe está com tosse e coriza”.

Os dois pacientes estão em isolamento domiciliar e ficarão em quarentena por 14 dias.

Barreiras sanitárias

O Tudo Em Dia entrevistou a secretária de saúde de Capinópolis no início da noite desta terça-feira (24.mar.2020), antes da confirmação dos dois casos. Segundo a secretária de saúde, barreiras sanitárias serão instaladas em Capinópolis a partir da próxima quinta-feira (26.mar.2020).

Pacientes que apresentarem os sintomas da doença, não poderão transitar pela cidade e serão encaminhados ao hospital municipal.

Unidade de tratamento semi-intensiva

Uma unidade de tratamento semi-intensiva está sendo preparada no Hospital Faepu em Capinópolis. Os equipamentos chegaram ao hospital na tarde desta terça-feira (24.mar.2020) e devem ser instalados nesta quarta-feira. A unidade terá capacidade para atender dois pacientes com Covid-19.

Há também, um caso suspeito de H1N1 está sob investigação em Capinópolis.

Publicidade

De casa, alunos do CCAA de Capinópolis se unem para enviar mensagem de esperança

Capinópolis implementará barreiras nas estradas e pessoas com sintomas de Covid-19 serão encaminhadas ao hospital