Capinópolis implementará barreiras nas estradas e pessoas com sintomas de Covid-19 serão encaminhadas ao hospital

O município também efetuou adequações e investimentos no Hospital Faepu para atender casos confirmados e que apresentem quadro agudo da doença

Capinópolis registrou dois casos suspeitos de infecção pelo agente coronavírus (COVID-19) nesta terça-feira (24.mar.2020). A informação foi confirmada pela secretária de saúde do município, Sandra Barbosa, por volta das 20h48.

Horas antes, a secretária de saúde havia cedido entrevista ao Tudo Em Dia, quando os casos ainda não estavam sob suspeita.

Na entrevista, Sandra Barbosa ressaltou as medidas emergenciais que estão sendo tomadas em Capinópolis. As ações visam evitar a proliferação da infecção no município.

Assista à entrevista

Barreiras nas entradas da cidade serão implementadas

Como medidas de prevenção, barreiras sanitárias serão instaladas nas entradas de Capinópolis a partir da próxima quinta-feira (26.mar.2020). As barrerias, tanto na MGC-154 e na MG-226, terão caráter preventivo.

Motoristas ou passageiros que apresentarem os sintomas da doença, não poderão transitar pela cidade e serão encaminhados diretamente ao Hospital Faepu. A febre alta é um dos sintomas do novo coronavírus.

Colaboradores do setor da saúde estarão à frente das ações, no entanto, voluntários estão sendo recrutados para auxiliarem. Os interessados devem entrar em contato pelo telefone (34) 9.9790-5060.

Instalação de Unidade de Tratamento Semi-intensiva

Uma Unidade de Tratamento Semi-intensiva está sendo preparada no Hospital Faepu em Capinópolis. Os equipamentos chegaram ao hospital na tarde desta terça-feira (24.mar.2020) e devem ser instalados nesta quarta-feira. A unidade terá capacidade para atender dois pacientes com Covid-19 e que apresentarem quadro respiratório agudo.

Dois ventiladores mecânicos com monitores cardíacos, além das drogas vasoativas, já estão à disposição. Uma equipe está sendo capacitada para operar os equipamentos.

Caso agudo de H1N1

Um caso de H1N1 está sob investigação em Capinópolis. A paciente é uma mulher idosa. Segundo a secretaria de saúde de Capinópolis, a paciente apresentou melhoras na tarde desta terça-feira. O H1n1 também é uma infecção contagiosa grave, no entanto, já há medicação eficiente contra a patologia.

Combate às fake news

Durante entrevista ao jornalista Paulo Braga, Sandra Barbosa pontuou os transtornos proporcionados pelas notícias falsas, também conhecidas por ‘Fake News’, termo popularizado pelo presidente norte americano Donald Trump e Jair Bolsonaro, seu grande admirador.

Um canal oficial visa combater as notícias falsas foi criado pelo Município de Capinópolis. As questões podem ser enviadas via WhatsApp (34) 9-9790-5060.

Capinópolis registra 2 casos suspeitos de coronavírus

Câmara de Capinópolis realiza sessão virtual para evitar aglomeração