Motociclista de 19 anos morre em acidente em Uberlândia

Segundo a ocorrência policial, o condutor que causou o acidente assumiu ter ingerido bebidas alcoólicas, no entanto, se negou a fazer o teste de etilômetro. O veículo conduzido pelo homem de 36 anos não estava licenciado e ele apresentou uma CNH vencida

A vítima do acidente fatal tinha 19 anos de idade e morreu no local. Uma unidade dos bombeiros chegou a ser acionada, no entanto, a vítima já não apresentava sinais vitais (Foto: Reprodução)
A vítima do acidente fatal tinha 19 anos de idade e morreu no local. Uma unidade dos bombeiros chegou a ser acionada, no entanto, a vítima já não apresentava sinais vitais (Foto: Reprodução)

Uberlândia, Minas Gerais — Um jovem de 19 anos morreu em um grave acidente registrado na Avenida Belarmino Cotta Pacheco, no Santa Mônica. O acidente fatal ocorreu por volta das 20h do último sábado (04.abr.2020).

Segundo a ocorrência, Matheus dos Reis Eugênio Vasconcelos seguia pela avenida conduzindo uma motocicleta Dafra/Apache de cor preta. Em determinado momento, colidiu com um GM/Cruze que interrompeu o fluxo do trânsito. Matheus foi violentamente impactado pela batida e caiu ao solo, vindo a óbito no local.

Segundo a Polícia Militar (PM), em relato na ocorrência, o condutor do GM/Cruze apresentava hálito etílico no momento que foi abordado pelos militares. Jeverson Guedes da Silva, 36 anos, afirmou à PM que estacionou seu veículo na avenida para comprar uma cerveja sem álcool e retornou ao veículo. Ao dar partida, aguardou um outro veículo passar e iniciou manobra de convergência à esquerda, sendo atingido por uma motocicleta. Ainda segundo o motorista, ele teria concluído a manobra e parado do outro lado da avenida.

Um testemunha que presenciou os fatos afirmou que o condutor do GM/Cruze branco havia estacionado e ao retornar ao veículo, inciou manobra de conversão, sendo atingido por uma motocicleta que seguia em alta velocidade. Ainda segundo a testemunha, o motorista do carro continuou a manobra de conversão e passou a roda do veículo sobre o motociclista que estava caído ao solo.

Segundo a ocorrência policial ao qual o Tudo Em Dia teve acesso, o motorista confirmou ter ingerido três latas de cerveja, no entanto, se recusou a efetuar o teste de etilômetro. Um alto de infração de trânsito foi lavrado, onde a recusa em realizar o teste foi registrada. O motorista apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida desde dezembro de 2019 e também foi constatado que o veículo não estava devidamente licenciado.

O veículo GM/Cruze foi atingido lateralmente pela motocicleta. O veículo não estava devidamente licenciado (Foto: Reprodução)
O veículo GM/Cruze foi atingido lateralmente pela motocicleta. O veículo não estava devidamente licenciado (Foto: Reprodução)

Uma unidade dois Bombeiros chegou a ser acionada, no entanto, a vítima não apresentava sinais vitais.

A perícia da Polícia Civil foi acionada e compareceu ao local. A funerária também foi acionada.

Profissional da saúde que fez campanha por isolamento morre de Covid-19 em Goiás

PCMG prende mulheres por suspeita de tráfico de drogas em Prata