Consumidor acredita que inflação ficará em 5,1% nos próximos 12 meses

Os consumidores brasileiros acreditam que a inflação para os próximos 12 meses vai ficar em 5,1%. 

A expectativa deste mês de abril é superior à taxa de 4,8% de março, conforme divulgou a Fundação Getúlio Vargas nesta sexta-feira (24).

Esse é também o maior valor desde julho de 2019, quando o indicador ficou em 5,3%.

Para a coordenadora das Sondagens, da FGV, Viviane Seda Bitencourt, o início da quarentena, na segunda quinzena de março, fez com que as pessoas antecipassem as compras de alimentos para fazer estoques, o que pressionou o preço dos produtos.

Viviane acredita, no entanto, que este resultado deve ser passageiro, considerando que o nível de atividade continuará muito fraco por um tempo, mantendo a inflação também baixa.

A pesquisa é feita com base nas respostas de consumidores sobre a expectativa da inflação brasileira nos próximos 12 meses

A proporção de consumidores projetando acima do limite superior da meta de inflação, de 5,5% para 2020 aumentou de 30,4% para 35,9%, a maior parcela nos últimos seis meses.

Na análise por faixas de renda, todas as famílias, principalmente as de menor poder aquisitivo, aumentaram suas expectativas para a inflação nos 12 meses seguintes.

Sérgio Moro, Ministro da Justiça | Foto: Reprodução

Ministro da Justiça, Sérgio Moro, pede demissão

Senado aprova crédito para micro e pequenas empresas