Ator Flávio Migliaccio morre aos 85 anos e deixa carta de despedida

Em tom de despedida, ator escreveu em uma carta “a impressão que foram 85 anos jogados fora num país como este e com esse tipo de gente”

Flávio Migliaccio | Foto: Reprodução/Tv Globo
Flávio Migliaccio | Foto: Reprodução/Tv Globo

O ator Flávio Migliaccio foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (04.maio.2020) em seu sítio em Rio Bonito, no Rio de Janeiro. O ator tinha 85 anos e pode ter cometido suicídio.

De acordo com o boletim de ocorrência, Flávio foi encontrado pelo caseiro. Junto com o corpo, foi encontrada uma carta escrita pelo ator.

“Me desculpem, mas não deu mais. A velhice neste país é (…) como tudo aqui. A humanidade não deu certo”, escreveu e assinou.

O último trabalho de Flávio Migliaccio foi na novela “Órfãos da Terra”, da Tv Globo.

O ator tornou-se conhecido pelos personagens “Tio Maneco” dos filmes Aventuras com Tio Maneco e Maneco, O Super Tio, e “Xerife” da novela O Primeiro Amor e do seriado infantil Shazan, Xerife & Cia. Ele também interpretou o árabe “Seu Chalita” em “Tapas e Beijos”.

Foi homenageado no Festival de Gramado com o prêmio honorário Troféu Oscarito em 2014.

A morte do ator está sendo investigada.

PM prende homem com arma adulterada durante patrulhamento em Prata

Acidente envolvendo dois veículos deixa feridos próximo à Araguari