Ituiutaba deve investir R$10 milhões com leitos médicos e profissionais para enfrentamento à Covid-19

Divulgação/Ascom
Divulgação/Ascom

A Prefeitura de Ituiutaba, através da Secretaria Municipal de Saúde, dentre as diversas ações realizadas para o enfrentamento da pandemia causada pelo novo coronavírus – causador da COVID 19—,  contratou serviços hospitalares no valor de R$ 10.987.500,00 (Dez milhões, novecentos e oitenta e sete  mil e quinhentos reais), para atendimento exclusivo aos pacientes infectados pela doença.

Os contratos assinados com o Hospital Nossa Senhora da Abadia, CMIM – Centro de Medicina Intensiva de Minas Gerais Ltda, Hospital São Joaquim, Climed Medicina Diagnóstica por Imagem e Hospital São José,da Sociedade São Vicente de Paulo de Ituiutaba, totalizam 45 leitos clínicos e 20 leitos de UTI, pelos próximos 180 dias. Todos os contratos foram elaborados com a participação do Ministério Público de Minas Gerais e Gerencia Regional de Saúde (GRS) de Ituiutaba.

O contrato firmado com o Hospital São José, única porta de entrada SUS em Ituiutaba, contempla o pagamento de valores fixos e variáveis mensais, sendo que os valores variáveis somente serão pagos mediante a ocupação dos leitos. De acordo com o contrato, o Município pagará um valor mensal fixo de R$ 120.000,00 pelo fornecimento de 31 leitos clínicos, compreendendo todo custeio e manutenção fixa e contratação de equipe médica exclusiva. Pagará ainda, R$ 170.000,00 pelo fornecimento de 10 leitos de UTI, compreendendo todo custeio e manutenção fixa e contratação de equipe médica exclusiva. O Município pagará também para a realização de até mil testes Swab para diagnostico do Covid-19, no limite de até R$ 280.000,00. 

Foi previsto no contrato o pagamento variável tanto para leitos clínicos como para leitos de UTI, nos valores de R$ 500,00 e R$ 785,00 a diária, respectivamente, mediante efetiva utilização dos leitos. O valor total do contrato firmado com o Hospital São José foi de R$ 2.971.500,00. 

Com os hospitais Nossa Senhora da Abadia, CMIM – Centro de Medicina Intensiva de Minas Gerais Ltda, Hospital São Joaquim, Climed Medicina Diagnostica por Imagem, foram firmados contratos de pagamento por leitos utilizados, ou seja, mediante a efetiva prestação dos serviços. Os leitos contratados nesses dois hospitais só começarão a ser ocupados depois de consumida toda a oferta dos leitos contratados com o Hospital São José.

Com o Hospital Nossa Senhora da Abadia o Município assinou um contrato no valor global de R$ 3.096.000,00, pela contratação de quatro leitos de clínica médica (espaço físico, equipe e equipamentos médicos completos, insumos, medicamentos e exames, entre outros), pelo valor de R$ 1.300,00 a diária. Para os quatro leitos de UTI, o valor contratado foi de R$ 3.000,00 a diária.

Os mesmos termos de prestação de serviço e formas de pagamento foram contratados com o Hospital São Joaquim e CMIM – Centro de Medicina Intensiva de Minas Gerais Ltda. Foram contratados 10 leitos de clínica médica por R$ 850,00 a diária e seis leitos de UTI por R$ 3.000,00 a diária. O valor global do contrato firmado com esses estabelecimentos foi de até R$ 4.770.000,00. Entretanto, qualquer valor só será pago mediante a efetiva ocupação dos leitos disponibilizados.

Também foi contratada a empresa Climed Medicina Diagnostica por Imagem para realização de até 600 exames de diagnósticos por imagem (tomografia), num valor de até R$ 150.000,00.

Fonte: Ascom

Resumo da sessão da Câmara de Capinópolis deste dia 11.maio.2020

Prefeito de Ituiutaba fala do início da operação da nova empresa de transporte