Diretor de hospital fala sobre morte de idosa por suspeita de Covid-19

A idosa apresentava quadro clínico grave e testou positivo para Covid-19. O exame enviado à Belo Horizonte teria testado negativo

Ituiutaba, Minas Gerais — O diretor do hospital São Joaquim, dr. Gilberto Bernal, falou sobre a morte de uma idosa que havia testado positivo para Covid-19. A morte ocorreu no dia 11 de maio.

A paciente de 92 anos deu entrada em um hospital particular no domingo (10.maio.2020). A idosa apresentava quadro clínico grave e um teste rápido para Covid-19 foi feito pelo próprio hospital, apontando resultado positivo para doença.

A idosa veio a óbito no dia seguinte e um exame para confirmar o quadro de infecção — Swab— foi realizado e encaminhado para análise na Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte.

No último sábado (16.maio.2020) a Secretaria de Saúde do Município de Ituiutaba emitiu boletim descartando o óbito como decorrente de infecção pelo novo coronavírus, causador da Covid-19.

Segundo o diretor do Hospital São Joaquim, todos os colaboradores da instituição de saúde foram submetidos a teste para identificação do Sars-Cov 2 e testaram negativo.

Diretor comenta óbito descartado; Assista

As imagens são da secretaria de comunicação da prefeitura de Ituiutaba

Tudo Em Dia apurou com um profissional da área da saúde que o teste rápido raramente apresentará falso-positivo, o que contrapõe o resultado da Fundação Ezequiel Dias.

Casos de Covid-19 em Ituiutaba

Ituiutaba conta com 8 casos confirmados de infecção por Covid-19. O município conta com 472 casos suspeitos até o momento, o que pode elevar o índice de casos confirmados. O Estado de Minas Gerais é um dos que menos testam no país.

Minas Gerais é o estado com a 2ª menor taxa de testes para coronavírus no Brasil

Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul — estados com situação financeira crítica, figuram entre os que apresentam os menos índices de testagem

OEstado de Minas ranqueia no 11º lugar em número de casos confirmados do novo coronavírus e em 12º lugar em se tratando das mortes por Covid-19. No entanto, para especialistas, o baixo número é oriundo da subnotificação, que apresenta elevados índices no estado.

A cada 100 mil mineiros, 78 são testados — apenas três a mais do que no Estado do Rio de Janeiro— que ocupa o último lugar no número de habitantes testados.

Minas Gerais tem cerca de 101 mil casos suspeitos da doença, no entanto, apenas 16.571 foram testados na rede pública, o que corresponde a 16,4% do total de casos.

Idoso fica preso às ferragens em acidente na MGC-461, próximo à Gurinhatã

Sessão da Câmara Municipal debate situação de ‘perueiros’ em Capinópolis