Shoppings do DF reabrem nesta quarta-feira (27) com restrições e horário reduzido

Mesmo com quase sete mil casos confirmados do novo coronavírus e 117 mortes, diversos setores do comércio do Distrito Federal já podem reabrir as portas. A partir desta terça-feira (26), estão autorizadas a funcionar, lojas de produtos naturais, suplementos, comércio atacadista, madeireiras, armarinhos, entre outras. Todas no horário que costumavam atender.

Já amanhã, será a vez dos shoppings. Mas é bom lembrar que nos últimos dias, o governo do DF já tinha autorizado a retomada de várias atividades. A população está dividida em relação a essa reabertura.

Voltando a falar da reabertura dos shoppings, o horário de funcionamento das lojas será de uma da tarde as nove horas da noite. Os estacionamentos só vão receber 50% dos carros que têm capacidade. Se alguém ficar com fome não será possível comprar comida, pois as praças de alimentação vão continuar fechadas.

Além dessas medidas, haverá medição da temperatura dos clientes na entrada. Ninguém poderá entrar sem máscara. Haverá álcool em gel em diversos pontos. Dentro das lojas, todos os funcionários, estarão com equipamentos de proteção.

Mas apesar da retomada das atividades, a expectativa é que ocorram demissões, segundo o presidente da Federação do Comércio do DF, Francisco Maia.

Para que todos cumpram as regras, 300 fiscais do DF Legal e da Vigilância Sanitária vão fiscalizar os comércios. Os empresários que desobedecerem as regras, poderão ser multados ou serem obrigados a fechar de novo. Para ajudar na fiscalização, o governo do DF prometeu colocar em funcionamento em até semana uma central de denúncias para os consumidores.

Dia mundial sem tabaco. Veja a programação

Brasil vai exportar carne e miúdos bovinos para a Tailândia após cinco anos de negociações