Secretaria de Saúde volta atrás e confirma morte de idosa por Covid-19 em Ituiutaba

O Tudo Em Dia foi o único veículo de comunicação a questionar o resultado negativo do exame. A dúvida surgiu após relatos de uma profissional da área

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Município de Ituiutaba, voltou a trás e confirmou a morte de uma idosa de 92 anos por Covid-19.

O Tudo Em Dia divulgou o boletim e o relato do diretor do hospital, Gilberto Bernal, após o falecimento da idosa, no entanto, o veículo questionou o resultado após relatos de uma profissional da área da saúde afirmar que o teste rápido não apresenta falso/positivo.

A paciente de 92 anos havia dado entrada em um hospital particular no dia 10 de maio de 2020. A idosa apresentava quadro clínico grave e um teste rápido para Covid-19 foi feito pelo próprio hospital, apontando resultado positivo para doença.

A idosa veio a óbito e um exame para confirmar o quadro de infecção — Swab— foi realizado e encaminhado para análise na Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte.

No dia 16 de maio de 2020 a SMS emitiu boletim descartando o óbito como decorrente de infecção pelo novo coronavírus, causador da Covid-19.

“Será divulgado nesta quarta-feira (27), o óbito de uma pessoa de 92 anos, do sexo feminino, ocorrido em 10 de maio, como óbito confirmado por Covid-19, a exemplo do que já vinha constando na planilha da Secretaria de Estado da Saúde. Desta forma, a partir desta data Ituiutaba passa a figurar com dois óbitos confirmados por coronavírus. O segundo foi de uma pessoa do sexo masculino, ocorrido em 17 de maio”, diz a nota oficial da secretaria.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Isaias Tadeu, a Gerência Regional de Saúde respondeu um questionamento na manhã desta quarta-feira, confirmando o óbito desta senhora de 92 anos, por Covid-19, com base no resultado do teste rápido solicitado pelo hospital particular onde a paciente foi internada. O teste rápido prevaleceu, mesmo diante do resultado negativo obtido pelo Swab, que foi encaminhado posteriormente pela Fundação Ezequiel Dias.

A aceitação do resultado positivo obtido através do teste rápido, por parte da Secretaria de Estado da Saúde, está ancorada na Atualização Técnica ao Protocolo de Infecção Humana pelo SARS-COV-2 Nº 05/2020, de 19 de maio de 2020. O documento estabelece o seguinte:

Ainda segundo a nota da secretaria de saúde — “Conforme entendimento que vinha sendo seguido até então, pela Secretaria Municipal de Saúde, como o óbito desta senhora em questão, aconteceu (dia 10 de maio) antes da divulgação desta Nota Técnica de 19 de maio de 2020, o resultado positivo obtido por teste rápido não tinha chancela para figurar como caso positivo. Por isso, foi creditado o resultado negativo testado pela Funed, através do exame laboratorial de material coletado por Swab.”

Ituiutaba registra 18 casos confirmados da doença e dois óbitos.

Homem em liberdade condicional é preso com drogas na BR 060, em Rio Verde-GO

Witzel anuncia decreto que prevê reabertura da economia do Rio em junho