Dois autores são autuados por caça ilegal na região do ‘Córrego do Queixada’

Material apreendido | Foto: PMMA/Divulgação
Material apreendido | Foto: PMMA/Divulgação

Capinópolis, Minas Gerais — Dois autores foram autuados por caça ilegal na região rural do ‘Córrego do Queixada’. A operação da Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMA) foi realizada nesta quinta-feira (28.maio.2020).

Os militares da polícia ambiental realizavam operação e no curso da operação, foi informado que indivíduos estariam praticando a caça de animais silvestres nas margens do Ribeirão do Queixada.

Os militares caminharam pela área de vegetação para averiguar a denúncia. Os policiais encontraram dois autores caçando animais silvestres com laços — prática considerada proibida.

No local, os militares chegaram a flagrar uma armadilha pronta para capturar algum animal.

Armadilha encontrada em meio à vegetação | Foto: PMMA/Divulgação
Armadilha encontrada em meio à vegetação | Foto: PMMA/Divulgação

Segundo a PMMA, com os suspeitos, foram encontrados dois facões, uma faca e os laços utilizados na caça.

Os dois autores foram autuados por crime ambiental e deverão pagar 1180 UFEMG, que na dada de hoje, correspondem à R$4.379,68.

O comandante da Polícia Militar de Meio ambiente, Sargento Eduardo Venâncio, falou sobre a caça aos javalis; Ouça.

Capivara é resgatada pelos Bombeiros presa em armadilha em Ituiutaba

Na tarde dessa quinta-feira, 28 de maio, o 2º Pelotão de Bombeiros Militar de Ituiutaba foi acionado para resgatar uma capivara que estava presa em uma armadilha às margens da BR-365, próximo a entrada da cidade de Ituiutaba.

O animal foi sedado para a realização do curativo e foi encaminhado para o hospital veterinário da Universidade Federal de Uberlândia – UFU.

Casos de Covid-19 aumentam 144% em Ituiutaba em uma semana

Bombeiros resgatam capivara com pata dilacerada por armadilha