Cerca de 1,5 tonelada de maconha é apreendida em Uberlândia

Os entorpecentes foram transportados do Mato Grosso do Sul e seguiriam para Uberlândia e o Rio de Janeiro. Seis pessoas foram presas.

(Foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação )
(Foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação )

Uberlândia, Minas Gerais — A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) apreendeu aproximadamente 1.500kg de maconha durante duas operações na ultima quarta-feira (17.jun.2020). Seis suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas foram presos.

 Operação 1 — Bairro Daniel Fonseca

A Polícia apreendeu 794 barras de maconha em uma residência no bairro Daniel Fonseca. A PM chegou até a residência após denúncia anônima.

A casa estava abertas e os policiais entraram no local. Dentro do imóvel não havia nenhum móvel, apenas um colchão.

Em uma suíte do imóvel foi encontrado uma grande quantidade de tabletes de maconha, além de rolos plásticos, balanças de pressão, facas e um bloco com anotações a respeito de tráfico de drogas.

Ainda conforme os militares, uma testemunha relatou ter visto uma pessoa do sexo masculino saindo correndo do local antes de as viaturas da PM chegarem. Também foi informado aos militares que o imóvel foi locado há cerca de um mês e que diversos indivíduos saíam e chegavam no local.

Os materiais foram apreendidos e levados para a Delegacia da Polícia Civil. Nenhuma pessoa foi detida.

Operação 2 — Bairro Minas Gerais

(Foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação )
(Foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação )

Já os 700 quilos foram apreendidos na parte da tarde, no Bairro Minas Gerais. A ocorrência teve início na região central da cidade, quando a PM flagrou dois veículos em atitude suspeita.

Assim, segundo a PM, os veículos foram monitorados até a região Norte da cidade, onde foram abordados. Nos dois carros foram encontrados aproximadamente 700 quilos de maconha. Duas pessoas do sexo masculino, de idades não divulgadas, foram detidas.

Os dois relataram à PM que a droga havia saído do Mato Grosso e tinha como destino Uberlândia. Até a última atualização desta matéria, esta ocorrência ainda estava em andamento.

MEC autoriza aulas online no ensino superior até dezembro

Fabrício Queiroz é preso pela Polícia Civil