Advogado que atua em Capinópolis e região e outros 3 são presos por suspeita de envolvimento com furto de gado

Ituiutaba, Minas Gerais — Uma ação conjunta da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e da Polícia Civil de Goiás (PCGO) prendeu um advogado criminalista nesta terça-feira (21.jul.2020). A prisão ocorreu no final da manhã, por volta das 11h no Setor Norte.

O advogado, que atua em Capinópolis e na região de Ituiutaba, é suspeito de envolvimento com o roubo e receptação de gado em Goiás.

Outras três pessoas foram presas — um taxista, um motorista de aplicativo e um vaqueiro— todos de Goiás.

Segundo a PCMG, todos suspeitos tem envolvimento na tentativa de latrocínio praticada em uma propriedade rural de Itumbiara (região da Boa Vereda) na manhã do dia 12/07, oportunidade em que 72 cabeças de gado foram roubadas e o dono das reses foi baleado e posteriormente socorrido.

Durante o dia de hoje os mandados de prisão e busca e apreensão foram cumpridos e as investigações continuam em busca do gado subtraído e da identificação de outros eventuais suspeitos.

As ordens de prisão e busca foram determinadas pela 2ª Vara Criminal de Itumbiara, após parecer favorável do Ministério Público local.

O advogado preso foi conduzido à Goiânia, Goiás, onde permanece à disposição da Justiça.

Recentemente, o advogado usou as redes sociais para postar supostas ilações de irregularidades contra prefeitura de Capinópolis. Chegou a solicitar cópia dos processos licitatórios — que foram disponibilizados pelo Governo Municipal.

Veja

Chevrolet D-20 placas GPF-5890 é furtada em Capinópolis

Homem desaparecido há três dias em Prata é encontrado na zona rural