Idoso de 62 anos morre em acidente próximo à Serra do Salitre

O veículo que a vítima conduzia chocou-se na traseira de uma carreta acoplada a um trator. Segundo o perito, a carreta não possuía nenhum sistema de sinalização/iluminação.

Veículo era conduzido por um idoso de 62 anos, que não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de atendimento médico | PMR/Divulgação
Veículo era conduzido por um idoso de 62 anos, que não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de atendimento médico | PMR/Divulgação

A Polícia Militar Rodoviária, foi acionada a comparecer na MG 230, KM 65 as 19h no Município de Serra do Salitre, onde havia ocorrido um acidente de trânsito com vítimas.

No local, um automóvel VW Gol G4 de cor Branca, emplacado na cidade de Patrocínio, acidentado na pista de rolamento do lado direito com a frente voltada para sentido decrescente da via. Pouco mais à frente aproximadamente uns 300 metros, havia um trator de cor azul Valmet, acoplado ao trator estava uma carreta de cor vermelha, carregada de café em côco misturado com cascalho, ambos fora da pista às margens da rodovia com a frente virada para o sentido decrescente, do lado direito da rodovia.

Três vítimas que se encontravam no automóvel já haviam sido socorridas por uma Ambulância para o Hospital Municipal de Serra do Salitre, sendo o condutor o sr S.A.T (62 anos de idade), passageiro sr A.L.S (31 anos de idade) e o passageiro sr J.P.L.S (19 anos de idade), todos de Serra do Salitre.

Segundo o médico de plantão os três, deram entrada no hospital, inconscientes, durante os procedimentos médicos o condutor do automóvel não resistiu aos ferimentos e veio a óbito, devido a politrauma. Ambos os passageiros, devido à gravidade dos ferimentos e suspeitas de fraturas, foram transferidos para o Hospital Regional Antônio Dias, na cidade de Patos de Minas.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, foi encontrado na cintura do condutor do automóvel um revólver calibre .38 com numeração raspada e 05 munições intactas e a quantia no valor de R$6.800,00, no bolso de sua calça. sendo o material entregue na Delegacia.

Em conversa com o sr J.A.S (49 anos de idade), ele disse que conduzia o trator e havia saído de uma estrada vicinal na altura do km 65 da MG 230, ao acessar a rodovia, deslocava sentido a cidade de Rio Paranaiba, e que entraria em uma propriedade rural a uns 400 metros de distância de onde ele havia saído, momento em que ele escutou um estrondo na traseira da carreta, que estava acoplada no trator, e com isso perdeu os sentidos momentaneamente, não se recordando do acontecido. Ele foi socorrido até o Hospital de Serra do Salitre, porém não sofreu nenhum tipo de ferimento.

Carreta não tinha nenhum sistema de iluminação | Foto: PMR/Divulgação
Carreta não tinha nenhum sistema de iluminação | Foto: PMR/Divulgação

O Perito de plantão esteve no local e realizou os seus trabalhos, constatando que a carreta, não possuía nenhum sistema de sinalização/iluminação.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão ao tratorista, por gerar perigo de dano e ser o causador do acidente, sendo ele preso e conduzido à Delegacia da Polícia Civil de Patrocínio.

O automóvel bem como o trator e a carreta, foram removidos pelo serviço de guincho de plantão.

JN adota tom incisivo para tratar 100 mil mortos pela Covid-19 no Brasil

Presidente da Câmara Municipal de Prata morre com Covid-19