PCMG prende suspeito e apreende menor por duplo assassinato em Ituiutaba

Foto: PCMG/Divulgação

Em uma ação conjunta da Polícia Civil de Minas Gerais com a Polícia Militar de Minas Gerais, nesta quarta-feira (19), foi preso um homem, de 20 anos, e apreendido um adolescente, de 17 anos. Outro suspeito, de 25, foi preso em flagrante na data dos fatos. Eles seriam os responsáveis pelo homicídio de dois homens e pela ocultação do cadáver dessas vítimas. O crime ocorreu em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro.

A Polícia também localizou os corpos que estavam desaparecidos desde a última terça-feira (18). As vítimas, de 44 e 47 anos, respectivamente, teriam sido atingidas por disparos de arma de fogo ao adquirir droga.

A Polícia tomou conhecimento do desaparecimento das vítimas na própria terça-feira (18). Uma testemunha presencial relatou sobre o homicídio e, com os elementos obtidos, o suspeito de 25 anos foi preso em flagrante.

Já na quarta-feira (19), policiais civis e militares foram a campo visando a localização dos corpos e identificação de outros participantes do crime. Após intensos levantamentos, os policiais chegaram até o investigado de 20 anos e à adolescente de 17 anos. Ambos confessaram a participação no crime e na ocultação dos cadáveres.

De acordo com o relato dos suspeitos, as vítimas foram jogadas ao chão e mortas com disparos de arma de fogo na cabeça. Após o crime, os autores cortaram as vítimas em várias partes e colocaram dentro de sacos pretos para que fossem transportados para local distante do cometimento do delito.

Após diversas entrevistas e interrogatórios, os investigados acabaram por indicar os locais onde as vítimas haviam sido desovadas. O corpo da primeira vítima foi encontrado dentro de dois sacos de lixos de cor preta, jogado em meio a uma vegetação de mata densa, distante do local do crime. Já a segunda, foi jogada dentro de um duto no aterro sanitário de Ituiutaba, com uma profundidade de aproximadamente 25 metros.

Foto: PCMG/Divulgação
Foto: PCMG/Divulgação

Uma máquina escavadeira e um trator de esteira trabalham no local até o presente momento para chegar até onde o corpo se encontra para que seja retirado e levado para ao Posto Médico-Legal (PML) para realização de exame de necropsia.

“Diante da clara situação de flagrância, ratificamos a voz de prisão em flagrante em desfavor da dupla pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver”, informou o Delegado Regional Carlos Fernandes.

Suspeitos de cometer assalto em Canápolis são presos em Capinópolis

Capinópolis contabiliza o 190º caso de Covid-19