Pré-candidato é morto a tiros após live em Patrocínio

O secretário de Obras e irmão do atual prefeito de Patrocínio, é o principal suspeito. Vítima postou vídeo com críticas à administração logo antes de morrer

Patrocínio, Minas Gerais. O pré-candidato a vereador no Município de Patrocínio, no Alto Paranaíba, Cássio Remis, foi assassinado a tiros na tarde desta quinta-feira (24.set.2020). O suspeito do crime bárbaro é Jorge Marra, irmão do atual prefeito da cidade e secretário de Obras do Município.

O crime ocorreu próximo ao local onde seria montado o comitê de Deiró Marra (PSB), que concorrer à reeleição em Patrocínio. Segundo a denúncia de Cássio Remis, o prefeito utilizava mão de obra da prefeitura em benefício próprio.

A transmissão do pré-candidato foi gravada por volta das 15h.

“Boa tarde. Estamos aqui na avenida que está servindo para reforma e, para nossa surpresa, mas não para nossa estranheza, nós nos deparamos desde ontem com um arsenal de funcionários da Prefeitura sendo utilizados para fazer o calçamento de onde possivelmente será o comitê eleitoral do prefeito (…). Isso mesmo, funcionários da Prefeitura, maquinários da Prefeitura, com (…). Agora eu pergunto para vocês moradores dessa avenida, quantos de vocês tiveram a condição de ter esse asfaltamento aqui. Ninguém. Aqui, agora chegando o secretário para me agredir”.

Assista ao vídeo transmitido ao vivo pelo pré-candidato:

Cássio é interrompido por Jorge Marra quando ainda estava ao vivo no Facebook. O secretário toma o celular do pré-candidato e leva o aparelho para a sede da Secretaria de Obras.

Cássio Remis foi até o local e os envolvidos deram início a uma discussão. Jorge Marra teria atirado várias vezes contra o pré-candidato. Ele fugiu e é procurado pela Polícia Militar (PM).

Cassio Remis morreu no local

Abertura nacional do plantio da safra de soja é realizado em Capinópolis, MG

Vídeo que mostra pré-candidato Cássio Remis sendo baleado e morto em Patrocínio