Vídeo que mostra pré-candidato Cássio Remis sendo baleado e morto em Patrocínio

Patrocínio, Minas Gerais. Imagens do sistema de segurança mostram o momento em que o pré-candidato Cássio Remis é morto a tiros por Jorge Marra. O crime ocorreu na tarde da última quinta-feira (24.set.2020), logo após o pré-candidato a vereador realizar uma live.

Na transmissão ao vivo, Cássio Remis faz denúncia contra o prefeito de Patrocício — Jorge Marra, que é irmão do prefeito, chega e toma o aparelho celular da vítima.

A Polícia Civil informou que já deu início às investigações e vai pedir a prisão preventiva.

O crime ocorreu próximo ao local onde seria montado o comitê de Deiró Marra (PSB), que concorrer à reeleição em Patrocínio. Segundo a denúncia de Cássio Remis, o prefeito utilizava mão de obra da prefeitura em benefício próprio.

A transmissão do pré-candidato foi gravada por volta das 15h.

“Boa tarde. Estamos aqui na avenida que está servindo para reforma e, para nossa surpresa, mas não para nossa estranheza, nós nos deparamos desde ontem com um arsenal de funcionários da Prefeitura sendo utilizados para fazer o calçamento de onde possivelmente será o comitê eleitoral do prefeito (…). Isso mesmo, funcionários da Prefeitura, maquinários da Prefeitura, com (…). Agora eu pergunto para vocês moradores dessa avenida, quantos de vocês tiveram a condição de ter esse asfaltamento aqui. Ninguém. Aqui, agora chegando o secretário para me agredir”.

A Polícia Civil disse que peritos e investigadores fizeram os primeiros levantamentos e a vítima foi atingida por cinco tiros. Equipes estão nas ruas em busca do suspeito. Na Delegacia de Plantão, as testemunhas serão ouvidas nesta sexta-feira.

Cássio Remis foi eleito vereador em 2008, e presidente da Câmara em 2013/2014. O político exerceu dois mandatos consecutivos 2009/2012 e 2013/2016.

Pré-candidato é morto a tiros após live em Patrocínio

PMMG prende homem suspeito de furtar materiais na usina de Santa  Vitória