Usina CRV Industrial promove concurso e leva conscientização ambiental às crianças

Participantes do concurso posaram para foto com a PMMA e colaboradores da Usina CRV Industrial | Foto: Daniel Braga
Participantes do concurso posaram para foto com a PMMA e colaboradores da Usina CRV Industrial | Foto: Daniel Braga

Capinópolis, Minas Gerais. A Usina Sucroalcooleira CRV Industrial promoveu um concurso destinado ao público infantil, com práticas sustentáveis. A premiação do projeto “Cuidando, criando e brincando” foi realizada nesta quarta-feira (28.out.2020).

A Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMA) levou informação, conhecimento e diversão aos participantes do concurso — todos, filhos de colaboradores da usina.

Assista:

Pandemia de Covid-19: O entrevistador e os entrevistados estavam utilizando máscaras. O microfone foi higienizado com álcool 70% a cada entrevista. Todas as medidas de segurança para ter acesso às instalações da usina, foram tomadas.

As crianças tinham o desafio de produzir artesanato com matéria prima reciclável.

A bióloga Lívia Reis mostrou às crianças a importância dos cuidados com o meio ambiente e destacou as atividades da CRV Industrial.

Tanandra, do setor de qualidade e Tailane Vilarinho, do setor ambiental, também reforçaram a importância dos cuidados com o meio ambiente.

A Polícia Militar de Meio Ambiente apresentou animais taxidermizados e levou a conscientização ambiental de forma didática. Sargento Ulisses destacou a importância do evento na formação socioambiental das crianças.

“É um projeto de grande valia para essas crianças, principalmente, como são filhos de funcionários. Ele [projeto] faz com que estes alunos tenham consciência ambiental, que eles tenham conhecimento para poder desenvolver uma cultura socioambiental”, destacou o sargento Ulisses.

Logo após, os participantes do concurso receberam certificado e os trabalhos mais votados foram premiados.

Pedro Balduíno teve o trabalho mais votado. Pedro falou ao Tudo Em Dia sobre a calculadora artesanal que criou juntamente com o pai.

“Eu peguei resto de madeira que eles [familiares] não iriam utilizar mais … usei cola”, disse Pedro, que contou com a ajuda do pai, Tomazeli Balduíno.

Lívia Reis destacou que o evento atendeu às expectativas do setor ambiental.

“Um dos objetivos é a parte social. É estender o trabalho que a gente realiza na empresa para fora, para os familiares, para os próprios trabalhadores. A gente estende o trabalho de preservação, de cuidado até a sociedade”, finalizou Lívia Reis.

Ao final, um delicioso café da tarde foi servido.

Fotos

Eleições 2020: Veritá aponta que Cesquim e Juninho continuam em empate técnico em Ituiutaba

Usina Coruripe investe R$ 70 milhões na construção de terminal rodoferroviário em Minas Gerais