Mercado Livre e Amazon terão centro de distribuição em Minas

Embalagem do Mercado Livre (Imagem: Divulgação/Mercado Livre)
Embalagem do Mercado Livre (Imagem: Divulgação/Mercado Livre)

Minas Gerais. Duas gigantes do comércio eletrônicos terão centros de distribuição no Estado.

Mercado Livre, empresa Argentina, iniciará sua operação no Estado mineiro com instalações na cidade de Extrema, no Sul do Estado. A empresa deve gerar cerca de 1400 empregos diretos e indiretos.

O Mercado Livre diz que sua rede de logística já consegue entregar pacotes em até dois dias para 80% da população brasileira.

Ao todo, cinco novos centros de distribuição estão sendo criados pela empresa para agilizar as entregas de pedidos no Brasil.

Gigante norte americana

Divulgação/Amazon
Divulgação/Amazon

A norte americana Amazon, vai se fixar em Betim, na Grande Belo Horizonte. A multinacional fará investimento na ordem de R$ 120 milhões, na abertura de um novo centro de distribuição.

A Amazon deve gerar, inicialmente, 250 empregos, podendo ultrapassar 500 postos de trabalho de forma direta e indireta.

Os demais novos centros serão inaugurados em Santa Maria, na região administrativa do Distrito Federal e Nova Santa Rita no estado do Rio Grande do Sul.

Ouça:

Homem de 28 anos é preso com 56 tabletes de maconha, próximo à Patos de Minas

PMMA resgata tamanduá em que vagava por ruas em Capinópolis