in ,

Decretado estado de calamidade em saúde em Cachoeira Dourada e praia será interditada

Orla da praia artificial em Cachoeira Dourada | Foto: Paulo Braga — arquivo Tudo Em Dia
Orla da praia artificial em Cachoeira Dourada | Foto: Paulo Braga — arquivo Tudo Em Dia

Cachoeira Dourada, Minas Gerais. Um decreto, publicado nesta sexta-feira (08.jan.2021), determina medidas de segurança para contenção do avanço da pandemia de Covid-19 no município.

O Decreto 002/2020, assinado pelo prefeito Aleandro Francisco da Silva, foi publicado após alinhamento dos objetivos do governo municipal com o comitê de enfrentamento à Covid-19. Somente nesta semana, 14 pacientes confirmaram infecção pelo coronavírus Cov-Sars-2, causador da Covid-19.

Leia o decreto na íntegra

Barreiras sanitárias

Entre as medidas, está a implementação de uma barreira sanitária na entrada da cidade neste sábado (09.jan.2021). O objetivo da barreira é que profissionais da saúde possam aferir a temperatura de visitantes e turistas que chegam à Cachoeira Dourada de Minas, além de recomendar o uso de máscara. Ao apresentar temperatura acima de 38º e/ou exibir sintomas gripais, o paciente deverá procurar o atendimento médico.

Prainha do Lago

A partir da próxima segunda-feira (11.jan.2021), a ‘Prainha do Lago’ estará interditada por tempo indeterminado. O embarque e desembarque na orla da praia artificial, também fica proibido.

A praça de alimentação do local só poderá operar no sistema de delivery (entrega sob demanda).

Estabelecimentos comerciais

Os estabelecimentos comerciais só poderão ter lotação máxima de dois clientes e o uso de máscara continua sendo obrigatório. A medida não contempla bares e restaurantes, que só poderão atuar no sistema de delivery.

Reuniões públicas

As reuniões públicas ou encontros só poderão contar com lotação de até 20 pessoas.

Minas Gerais tem 2º recorde em uma semana de infectados por Covid-19 em 24 horas: 7.812 novos casos

Em apenas três dias, Minas Gerais bateu dois recordes de infectados por Covid-19. Na última quarta (06.jan.2021), o estado já tinha registrado o número recorde, até então, de 7.715 novos casos notificados em um único dia. E, nesta sexta-feira (08.jan.2021), ultrapassou a marca preocupante, chegando a 7.812 novos pacientes em 24 horas.