in ,

Escrevente de cartório em Uberlândia é presa por desviar cerca de R$100 mil

Os policiais civis chegaram até a escrevente acusado dos desvios após denúncias. Ela foi encaminhada ao presídio Jacy de Assis

20/01/2021 às 09h28m

Uberlândia, Minas Gerais. Uma mulher de 37 anos, que atua como escrevente, foi presa por suspeita de praticar estelionato e desvio de recursos financeiros de um cartório. A mulher foi presa na última terça-feira (19.jan.2021) e as investigações apontam que cerca de R$100 mil podem ter sido desviados.

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) de Uberlânida, a mulher suspeita simulava atas notariais, que não eram concretizadas, visando a devolução de dinheiro e ela embolsava o valor. A polícia acredita que ela agia sozinha e não tinha auxílio de terceiros. 

A PCMG chegou até a escrevente após denúncias e seguiram até o cartório e policiais se passaram por pessoas que precisavam de serviços e flagraram o crime. Ela foi abordada com R$ 1.055,55 de propriedade do cartório.

A mulher teria confessado o crime e informou que estava praticando os desvios desde o início do ano passado.

A escrevente foi autuada em flagrante e levada para o Presídio Professor Jacy de Assis.

O inquérito deve ser concluido nos próximos dias e prosseguirá ao Ministério Público.