in

As tropas cibernéticas no Brasil e a queda de popularidade de Jair Bolsonaro

blank
Arquivo / O presidente Jair Bolsonaro reza na Catedral de Brasilia durante | Foto: Twitter/reprodução

Para a pesquisadora britânica Hanna Bailey, a expulsão de Trump do Twitter ofusca o problema real: a manipulação das redes comandada por governos. Ela é uma das autoras desta pesquisa do Oxford Internet Institute apontando que a desinformação com patrocínio estatal profissionalizou-se e é produzida em escala industrial. No Brasil foram encontradas evidências da atuação de membros do governo, de partidos, de agências e de cidadãos voluntários elogiando atos da administração pública e atacando adversários, fomentando a polarização e realizando assédio online capaz de diminuir a participação política e a liberdade de imprensa.

A  patrulha raiva poderá ampliar os ataques aos desafetos e, principalmente, à imprensa após a divulgação da pesquisa do Instituto de Pesquisa Ideia, e publicado pela revista Exame nesta sexta-feira (22.jan.2021). A pesquisa aponta uma queda veriginosa da popularidade do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido).

Popularidade de Bolsonaro cai, aponta pesquisa

Pesquisa do Instituto de Pesquisa Ideia registra queda na aprovação da gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que caiu de 37% para 26%.

Também de acordo com a pesquisa, a avaliação da gestão de Bolsonaro voltou ao mesmo nível da avaliação dos pesquisados em junho de 2020, mês que se revelou o mais crítico até aqui da pandemia do novo coronavírus.

Pesquisa do Instituto Ideia aponta que a desaprovação ao governo Bolsonaro pulou, portanto, para 45%. Veja pesquisa completa aqui

Eduardo Ribeiropublisher, Jornalistas Editora / São Paulo

Luciana Gurgel, coordenadora editorial, MediaTalks / Londres

Paulo Braga, jornalista, Tudo Em Dia / Minas Gerais