in

Covid-19: Uberlândia adota toque de recolher e lei seca para conter caos na saúde

Odelmo Leão anunciou as medidas nesta segunda-feira (22). Uberlândia tem 985 óbitos e 65.757 casos de Covid-19

Uberlândia, Minas Gerais. Após um triste recorde de 19 mortes registradas em 24 horas, o Município de Uberlândia adotará medidas mais drásticas para conter o avanço dramático da Covid-19. A doença já causou a saturação do sistema de saúde público e privado, deixando 230 leitos de U.T.I com 100% de lotação.

Odelmo Leão, prefeito de Uberlândia, e o Secretário Municipal de Saúde, Gladstone Rodrigues, anunciaram a abertura de Hospital de Campanha, toque de recolher e lei seca.

O toque de recolher na cidade será das 20h às 5h da manhã. Apenas farmácias e hospitais ficarão abertos durante este horário. Não poderá haver venda bebidas alcoólicas e as pessoas devem permanecer em casa.

As novas medidas passam a valer a partir da próxima terça-feira (23.fev.2021), e serão válidas por sete dias, podendo ser prorrogadas.

 O hospital de campanha atenderá temporariamente vítimas não covid-19. Dessa forma, pacientes internados nas Unidades de Atendimento Integrado (UAI), poderão ser transferidos para o Hospital Municipal, onde serão montados os novos leitos.

O município já contabilizou 985 mortes em decorrência de infecções pelo novo coronavírus e 65.757 casos de Covid-19. Até o momento, 55.655 pacientes já foram recuperados da doença.