Concurso vai premiar imagens do fundo do mar de Abrolhos

Fotógrafos profissionais e amadores já podem se inscrever no Concurso Biomar de FotoSub-Edição Abrolhos, que este ano, devido à pandemia do novo coronavírus, será digital. Um dos mais tradicionais eventos de fotografia do Brasil vai selecionar as mais belas imagens do fundo do mar da região de Abrolhos, na Bahia. O concurso é realizado pelo Projeto Coral Vivo, no âmbito da Rede de Projetos de Biodiversidade Marinha (Biomar), e pela Associação Brasileira de Imagens Subaquáticas (Abisub).

As inscrições se estenderão até o dia 15 de março. As fotos devem, obrigatoriamente, retratar seres marinhos encontrados na região de Abrolhos, como organismos de ambientes coralíneos, recifes de coral e chapeirões, além de tartarugas-marinhas, meros e baleias-jubarte. O regulamento pode ser acessado no site da Abisub.

De acordo com os organizadores, as fotografias concorrentes têm de ser inéditas e não podem ter sido publicadas anteriormente, nem premiadas em outras competições. Fotógrafos das categorias DSLR/Mirrorless e Compacta devem enviar uma foto para cada categoria: grande angular, macro, peixe e rede Biomar. As imagens deverão ser enviadas pelo WeTransfer ou por outra ferramenta similar para [email protected]

O julgamento ocorrerá entre os dias 15 e 30 de março. Nessa última data, será realizada uma live de premiação (transmissão pela internet ao vivo). Os primeiros colocados de cada categoria de fotógrafo serão contemplados com uma viagem de três dias ao arquipélago de Abrolhos, enquanto os cinco primeiros de cada categoria receberão troféus e Kit Biomar.

Na edição de 2019 do concurso, a dupla Luiz Cassino e Roberta Decnop levou para casa o troféu de Campeão Geral na Divisão DSLR/Mirrorless. Já na Divisão Compacta, quem conquistou o 1º lugar geral foi a dupla Fernanda Saldanha e Marcia Tancredi.

O Concurso Biomar de FotoSub reúne projetos patrocinados pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental. A Rede Biomar é formada pelos projetos Albatroz, Baleia Jubarte, Coral Vivo, Golfinho Rotador, Meros do Brasil e Tamar e visa à conservação da biodiversidade marinha no Brasil, atuando na proteção e pesquisa de espécies e dos habitats relacionados, informou a organização do concurso.