Capinópolis se adequa à Onda Roxa com novo decreto

Capinópolis, Minas Gerais. Um novo decreto publicado no final da tarde deste sábado (06.mar.2021), adequa Capinópolis à Onda Roxa, criada pelo Governo de Minas Gerais e implementada no programa ‘Minas Consciente’.

O Decreto 4.830/2021 determina a suspensão de todas as atividades não essenciais. A lei seca continua em vigência no município.

São considerados serviços essenciais:

  • Setor de alimentos (excluídos bares e restaurantes, que só podem via delivery);
  • Serviços de Saúde (atendimento, indústrias, veterinárias etc.);
  • Bancos;
  • Transporte Público (deslocamento para atividades essenciais);
  • Energia, Gás, Petróleo, Combustíveis e derivados;
  • Manutenção de equipamentos e veículos;
  • Construção civil;
  • Indústrias (apenas da cadeia de Atividades Essenciais);
  • Lavanderias;
  • Serviços de TI, dados, imprensa e comunicação;
  • Serviços de interesse público (água, esgoto, funerário, correios etc.)

O toque de recolher fica estabelecido das 20h às 5h.

Baixe o decreto na íntegra

O Tudo Em Dia destaca cada atividade impactada, de acordo com o Anexo I do decreto. Toque ou clique nas atividades abaixo.

Supermercados; Padarias, quitandas e similares;

Restaurantes, Praças de alimentação, Pizzarias, Sorveterias, Açaís, Bares, Lanchonetes e similares;

Drogarias,

Comércio de bebidas;

Comércio de gás;

Comércio de artigos de informática; Lanhouse, Autopeças; Comunicação; Óticas;

Assistência técnica em eletrônicos, telefonia, maquinário, informática (não incluído oficina mecânica);

Construção civil; Canteiros de obras;

Serralherias; Marcenarias e similares;

Paisagismo e similares;

Revenda de veículos;

Aluguel de mobiliários e estruturas;

Comércio de cosméticos, perfumaria e similares;

Atividades de condicionamento físico ao ar livre;

Atividades Religiosas;

Lojas agropecuárias; Atividades de petshop e veterinária;

Escolas de idiomas e cursos profissionais;

Vendedores ambulantes;

Academias de musculação; Estúdios de dança, Yoga, Acquademias (psicinas); Barbearias; Salões; Manicure; Clínica de estética e afins;

Clínicas médicas; Clínica de atividades laborais; Fisioterapias; Psicólogos; Odontológicas; Autoescolas;

Escritórios de contabilidade;

Escritórios de Advocacia;

Oficina mecânica de veículos; Oficina de bicicletas; Borracharia; Oficinas de auto elétrica; Oficinas de pintura;

Lavajatos;

Funilarias;

Agências bancárias; Lotéricas; Crediário próprio para recebimento de valores;

Comercialização e distribuição de bebidas alcoólicas;

Aglomeração com qualquer número de pessoas ou consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas;

Visitas aos centros de idosos;

Utilização de praças públicas ao ar livre;

Quadras esportivas;

Festa e eventos públicos, particulares (na zona rural ou urbana);

Estabelecimentos lojistas em geral (vestuário, bijuterias, calçados, telefonia, papelaria, comércio de bicicletas, comércio de plantas e flores, eletrodomésticos, decoração, lojas de material de limpeza, comércio de brinquedos, pesca, cama mesa e banho);

Entrevista

Em entrevista cedida ao jornalista Paulo Braga, do Tudo Em Dia, na última sexta-feira, o secretário de Saúde Giovani Mafioleti destacou alguns pontos do decreto e respondeu às perguntas de leitores do Tudo Em Dia.