Mulher engole droga e trama prisão para vender droga dentro no presídio de Ituiutaba

Uma mulher planejou ser presa para entrar com drogas dentro do Presídio de Ituiutaba. Ela engoliu entorpecentes e o plano era evacuar o material assim que chegasse em uma das celas para traficar dentro da unidade. Ela estava grávida, detalhe que impressionou os agentes prisionais, que frustraram a ação criminosa.

A Assessoria de Inteligência do presídio tem monitorado a admissão de presas originárias de Ituiutaba, em virtude da informação de que tentariam ser admitidas no local portando substâncias ilícitas introduzidas nas partes íntimas ou mesmo engolidas.

Na segunda-feira, 29 de março, os agentes se depararam com uma presa que foi admitida por flagrante de tráfico ilícito de drogas e, durante conversa informal sobre sua prisão, ao ser informada que seria encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento Municipal de Ituiutaba – UPAMI para passar por exame médico, ela relatou que estaria grávida e se mostrou apreensiva com o referido procedimento.

Após tomar conhecimento de que seria encaminhada para a unidade hospitalar, a presa espontaneamente confessou ter engolido várias porções de maconha e que o propósito seria evacuar ou vomitar a substância no interior da cela em que fosse alojada.

Posteriormente, ao ser submetida ao exame físico no Hospital São José – HSJ, foram retirados das partes íntimas da presa dois invólucros, sendo um de maconha e outro cocaína, pesando cerca de 120 gramas.

A presa passou por exames complementares, onde foi constada a gravidez e também a presença de vários corpos estranhos em seu estômago. Ela permaneceu hospitalizada durante os últimos dias e evacuou 75 invólucros de formato ovalado de maconha, pesando cerca de 400 gramas e um conector de carregador de celular.