Mário da Luz, patriarca da Comunidade Quilombola dos Arturos, morre por Covid-19

Digiqole Ad

Mário Brás da Luz, patriarca da Comunidade Quilombola dos Arturos, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, morreu, aos 88 anos, na madrugada desta sexta-feira (7) vítima da Covid-19.

Único filho vivo de Athur Camilo Silvério, fundador da comunidade, o homem estava intubado no Hospital Santa Helena. 

 
 
 

 
Ver essa foto no Instagram

 
 
 
 

 
 

 
 
 

 
 

Uma publicação compartilhada por Comunidade Quilombola Arturos (@quilombo.dos.arturos)

“É com grande dor no coração que a Comunidade Quilombola dos Arturos comunica o falecimento de seu patriarca, Mário Brás da Luz, o último filho de Artur Camilo Silvério que restava em vida. Nos despedimos desse grande pai, avô, tio e acima de tudo líder espiritual e Capitão Mor! Que Nossa Senhora do Rosário o receba com festa nos céus e nos dê forças para suportar esse momento de grande dor e luto! Os Arturos encontram-se com dor no coração, mas temos certeza que hoje é dia de festa maior, é dia de festa no céu! O seu legado seguirá conosco para sempre! Descanse em Paz Tio”, narra um comunicado feito pelo perfil da comunicdade no Instagram. 

Maria Antônia, filha de Mário, e Dodora, sua esposa, também estão internadas com Covid-19.

 

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida