BH precisa de 53 mil vacinas Coronavac para 2ª dose de idosos entre 64 a 66 anos

Digiqole Ad

A prefeitura de Belo Horizonte precisa de cerca de 53 mil vacinas Coronavac para concluir a aplicação da 2ª dose em idosos que têm entre 64 e 66 anos – ainda não foi divulgada data para a retomada da campanha. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), anteriormente, 80 mil doses eram necessárias para concluir o esquema vacinal das pessoas que têm entre 64 e 67 anos. Com a chegada de uma nova remessa de vacinas na segunda-feira, 16.400 doses da Coronavac foram somadas a outras 10 mil que estavam no estoque da SMSA, e foi possível retomar a aplicação da 2ª dose nos idosos de 67 anos – grupo composto por aproximadamente 26 mil pessoas. Assim, ficam faltando 53.600 doses da Coronavac para concluir a imunização de idosos que têm entre 64 e 66 anos.

“Tão logo as vacinas sejam entregues, haverá continuidade da aplicação de segundas doses do imunizante para as pessoas abaixo de 67 anos”, informou a SMSA em nota.

Nesta quarta-feira (12), o Butantan liberou mais 1 milhão de doses de Coronavac para o Ministério da Saúde, ainda não repassadas a Minas Gerais e a Belo Horizonte. Na sexta-feira (14), o instituto deve enviar uma nova remessa com pouco mais de 1 milhão de doses. Em seguida, o Butantan passa a aguardar a chegada de IFA da China para seguir com a produção da vacina contra Covid.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida