Pandemia: Procura por testes de HIV e sífilis tem queda de até 23% em Betim

Digiqole Ad

A pandemia da Covid-19, que já contabilizou quase 430 mil mortes no Brasil, acendeu um alerta para a prevenção de outras infecções virais que podem estar sendo deixadas de lado pela população, como as sexualmente transmissíveis. 

Em Betim, a procura pela testagem do HIV e da sífilis na rede pública de saúde teve uma queda no primeiro trimestre deste ano, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde. Foram 1.067 testes de HIV realizados, de janeiro a março deste ano, contra 1.395, no mesmo período do ano passado – redução de 23,51%. Já a testagem para sífilis caiu 19,75%, com 1.387 exames feitos em 2020, contra 1.113 em 2021.

Para a referência técnica do programa Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs/AIDS) e Hepatites Virais de Betim, Yara Alvarenga Drumond, a necessidade de a população ter feito isolamento social pode ter sido o fator que mais influenciou para essa redução preocupante, que faz com que muitas pessoas só tenham o diagnóstico laboratorial e clínico tardio para essas doenças. 

“Poderíamos achar que essa redução não foi tão significativa, mas, na verdade, tínhamos uma expectativa de aumento, dado o nosso grande empenho e esforço para a ampliação da testagem no município. Mas, acreditamos, que a pandemia da Covid-19 impossibilitou este avanço. É importante lembrar a população que o diagnóstico e o tratamento precoce são importantes para prevenir a cadeia de transmissão do HIV, da sífilis e de outras ISTs. O uso da camisinha em todas as relações sexuais é o meio mais simples, confiável e acessível de se proteger com essas infecções virais”, alertou Yara. 

Segundo o professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG e um dos coordenadores do projeto PrEP 15-19 Minas Mateus Westin, alegou que, com a redução dos testes, muitas pessoas podem transmitir essas infecções sem saber. “Diversos portadores ficam assintomáticos por muito tempo, então essa é a nossa preocupação central”. 

A testagem rápida para HIV, além dos exames de sífilis e de hepatites B e C, são oferecidos gratuitamente, ao longo de todo o ano, em todas as 36 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade, bem como no Serviço de Prevenção e Assistência a Doenças Infecciosas (Sepadi) de Betim, que funciona na avenida Juiz Marco Túlio Isaac, 1.500, no bairro Chácara.

“A orientação é que cada pessoa procure a sua UBS de referência e faça o agendamento para a realização dos testes rápidos, que permitem fornecer resultados em cerca de 30 minutos. Há também nas unidades a distribuição gratuita de preservativos, e é realizado pelas equipes de saúde o aconselhamento para prevenção do HIV e das demais ISTs”, esclareceu Yara.

(Com Lucas Morais)

 

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida