Um homem de 58 anos foi preso na noite desta quinta-feira (13) suspeito de ter matado a irmã com golpes de facão e tiros na frente da pai, em Capitão Enéas, no Norte de Minas Gerais. De acordo com a Polícia Militar, o crime, que ocorreu na última quarta-feira (12), foi motivado por desentendimento entre os irmãos em relação ao cartão de aposentadoria do pai e da pensão da mãe, que já morreu. 

Testemunhas contaram à polícia que Eva Maria dos Santos, de 60 anos, tinha saído da região metropolitana de Belo Horizonte e foi para o interior de Minas para cuidar do pai de 85 anos. Ela estava em processo judicial contra o irmão e tinha conseguido na Justiça para ficar com os cartões dos pais e receber o dinheiro. 

O homem se revoltou com a situação de ter que passar os cartões para a irmã e deu vários golpes de facão e um tiro de espingarda na vítima. O pai deles, de 85 anos, presenciou o crime e passou mal. Ele precisou ser socorrido ao hospital. 

A irmã já tinha chamado a polícia para ele por ter sofrido ameaças. Na época foi registrado um boletim de ocorrência. Ele não tem outras passagens pela polícia. 
A polícia conseguiu encontrar o suspeito após denúncia anônima que ele ele estaria em casa. Ele não resistiu à prisão

CCAA Capinópolis

O homem disse que matou a irmã por ela ter conseguido na Justiça a posse dos cartões para receber a aposentadoria e pensão dos pais e por ela ter conseguido uma medida protetiva para que ele não fosse mais à casa do pai. Ainda na versão dele, a irmã teria ameaçado envenenar os filhos dele. 

O preso foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Montes Claros, também no Norte de Minas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui