Padrasto é suspeito de matar e abusar de enteada de seis anos autista, em Unaí

Digiqole Ad

Um homem de 36 anos suspeito de matar a enteada de apenas seis anos que sofria de autismo foi preso em Unaí, na região Noroeste do Estado, nesse domingo (16). A vítima estava desaparecida desde a última quinta-feira (13) e o corpo dela foi encontrado em um rio da cidade. 

De acordo com a Polícia Civil, o corpo apresentava sinais de violência e ficou constatado que a criança também sofreu abusos sexuais. 
“Dessa forma, a Delegacia de Homicídios pode esclarecer os fatos. Com ele preso, teremos mais facilidade para que as pessoas possam falar o que sabem. Elas demonstraram muito medo do investigado e isso estava atrapalhando as investigações”, disse o delegado regional de Unaí, João Henrique Furtado de Oliveira.

A delegada Liliam Rodrigues, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) em Unaí, destaca que o investigado possui histórico criminal. “Existe uma ocorrência de 2007 em que o investigado teria estuprado e matado a própria mãe”, afirma Liliam. Na ocasião, o homem foi condenado pelo crime em São Franciscom, no Norte de Minas e, durante o cumprimento da pena, em saída temporária, ele teria abusado sexualmente de outra criança, de 3 anos, crime, que segundo a delegada, também está sendo apurado.

O padrasto teria cometido o crime enquanto a mãe da menina de 6 anos estava hospitalizada à espera de um filho do casal. “Acreditamos, em um primeiro momento, e isso será esclarecido no inquérito, que ela [a mãe] não tinha conhecimento desses fatos. Inicialmente, não temos a informação de que ela era condizente com a situação e se isso acontecia há algum tempo”, observa a delegada.

A Polícia Civil informou que a investigação ainda está em andamento.

 

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida