Minas quer retomar vacinação por idade para pessoas sem comorbidades em junho

Digiqole Ad

O secretário de Estado de Saúde Fábio Baccheretti disse em entrevista coletiva, nesta quinta-feira (27), que o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde fez um pedido ao governo federal para que a vacinação por idade em pessoas sem comorbidades seja retomada.

De acordo com o secretário, o objetivo é acelerar a vacinação.

“O que estamos observando é que nesses grupos de difícil comprovação (da comorbidade), a vacina fica muitas vezes parada e a gente não consegue ampliar a vacinação. A velocidade de vacinação no Brasil, como um todo, caiu bastante. A expectativa é que a gente comece nas próximas remessas, a partir de junho, a vacinar, além dos grupos prioritários, 59 anos, 58 anos e ir descendo por idade”, explicou o secretário. 

Grupos prioritários

Segundo Fábio Baccheretti, há um entendimento, junto aos municípios, em que o grupo de comorbidades é complexo de ser acessado. Ele exemplificou que as comorbidades para a vacina da gripe são diferentes das comorbidades para a vacina contra a Covid. “Diante disso, alguns municípios começaram a ter dose sobrando pelo grupo de comorbidades”, explicou.

Segundo Baccheretti, para dar legitimidade a essa expansão de vacinação, um memorando permite que os municípios que já vacinaram os grupos prioritários do Plano Nacional de Imunização (PNI) e tiveram sobra de doses, poderão aplicá-las nos grupos seguintes, de acordo com o plano. Entram nessa lista, por exemplo, professores, trabalhadores do setor aéreo e portuário, e moradores de rua.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida