Prefeitura de Betim ampliará para 80 o número de leitos de CTI no Regional

Dentre as novas vagas, 40 são de terapia intensiva adulto, dez são de hemodinâmica e dez referem-se a leitos de CTI pediátrico
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Mesmo em meio a grave crise econômica e de saúde pública gerada pela pandemia da Covid, que já dura um ano e dois meses em todo o país, a Prefeitura de Betim continua realizando investimentos que estão possibilitando reestruturar e ampliar a assistência prestada pelo SUS Betim. 

Prova disso é que nesta semana o prefeito Vittorio Medioli anunciou, em suas redes sociais, que vai ampliar em quase três vezes o número de leitos de CTI no Hospital Regional – saltando de 30 para 80 a quantidade de vagas.

Na ocasião, o gestor também falou sobre outras melhorias que estão sendo realizadas na unidade, que é referência em atendimento hospitalar para cerca de 1 milhão de pessoas que vivem em Betim e em 12 municípios vizinhos. 

“O conjunto hospitalar está melhorando muito e vai melhorar mais ainda, tanto em quantidade quanto em qualidade assistencial. Nos próximos dias, iniciaremos a terceira fase do cronograma de investimentos que têm sido feitos no Hospital Regional. Nesta etapa, ampliaremos o número de leitos de CTI. Hoje, a unidade conta com 20 leitos de CTI adulto, mas vamos subir para 60, sendo 40 leitos de CTI adulto, dez de hemodinâmica, que é voltado para o atendimento de pacientes com problemas cardiovasculares graves, além de dez leitos de CTI pediátrico. Todos ficarão no prédio do Hospital Regional. E teremos ainda mais 20 leitos de CTI neonatal, que ficarão no Centro Materno-Infantil, onde hoje funciona o Cecovid 4”, explicou Medioli. 

Segundo o secretário de Saúde de Betim, Augusto Viana, a ampliação do número de CTIs no complexo hospitalar atende a uma reivindicação antiga da população e vai oferecer mais conforto e assistência humanizada aos moradores dos 13 municípios que fazem parte da região de Saúde.

“Desde que o hospital foi aberto, há 25 anos, o número de leitos de CTI continua o mesmo. Agora, ao ampliarmos em 266% o número de vagas em terapia intensiva na unidade, atenderemos a uma reivindicação histórica da população, além de melhorar a assistência prestada na unidade”, salientou Viana.

Reformas em andamento

O prefeito informou também que o Hospital Regional, atualmente, está recebendo três importantes obras: a reforma da fachada, que vai melhorar a condição térmica e acústica do prédio; a implantação do sistema de combate a incêndio e pânico, previsto para ser concluído em maio; e a ampliação do Setor de Nutrição Dietética (SND).

“Além dessas obras, há outros projetos de reforma que, em breve, serão executados no hospital. Esses projetos contemplam a lavanderia, a farmácia central, a central de material esterilizado e o bloco cirúrgico”, disse a diretora-geral do Regional, Patrícia Evangelista.

Outras melhorias

Em 2017, ano em que atual gestão assumiu a prefeitura, uma série de melhorias começaram a ser realizadas no Regional. Foi nesse ano, por exemplo, que o laboratório de urgência, a pediatria e CTI 2 da unidade hospitalar foram reformados.

No ano seguinte, o estacionamento e o pronto-socorro do prédio passaram por revitalizações. Já no primeiro semestre de 2019, foi a vez do ambulatório, do andar térreo, das recepções geral e de internação, além das salas de reunião e do auditório serem revitalizados. 

Equipamentos de suma importância para garantir a qualidade do atendimento também foram adquiridos, como um arco cirúrgico, que favorece a realização de algumas cirurgias de alta complexidade; um novo raio X; além de um videolaparoscópio.

Também foi em 2019 que começou a funcionar o galpão logístico no hospital, um espaço amplo para abrigar as atividades de almoxarifado e manutenção da unidade. Em 2020, o Centro Materno-Infantil, que hoje está sendo usado para assistir pacientes graves com Covid, foi finalizado, e o prédio ganhou um heliponto.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

1
2
3
4
5
1
2
3
4
5
1
2
3
4
5

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida