Capinópolis, Minas Gerais. Um salão de beleza instalado na Avenida 95, no Setor Primitivo, foi alvo de furto na manhã desta sexta-feira (02.jul.2021). O estabelecimento comercial foi alvo de furtos pela segunda vez neste ano.

Segundo o casal de profissionais — proprietários do salão—, duas máquinas de corte de cabelo, da marca ‘Lizze Supreme’ foram levadas. Segundo Maria de Lourdes Santos Lacerda, por volta das 8h ela averiguou que a porta do salão estava fechada, no entanto, por volta das 11h, a porta estava aberta e, ao verificar o local, as duas máquinas haviam desaparecido.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

Em abril deste ano o salão também foi alvo de furto. Ainda segundo Maria de Lourdes, na ocasião, o estabelecimento foi alvo do crime quando ela estava em Ituiutaba no velório do pai.

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) registrou a ocorrência. Imagens do circuito de câmeras de segurança de uma academia estão sendo analisadas com o objetivo de identificar o(s) suspeito(s).

CCAA Capinópolis

Qualquer informação que possa levar a PMMG ao(s) autor(es) do furto ou às máquinas furtadas — ferramentas de trabalho do casal—, pode ser fornecida de forma anônima via 190 e 181.

Cabe ressaltar que a economia do setor da beleza — salões, barbearias e manicures— foi fortemente impactada pela pandemia de Covid-19, já que os estabelecimentos foram obrigados a suspender suas atividades por seguidas vezes.

Receptação

Comprar produtos sem origem comprovada pode levar ao crime de receptação, de acordo com o Art. 180 do código penal brasileiro, que compreende o crime ao Adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime. A pena de reclusão pode ser de até quatro anos, e pagamento de multa.

Máquinas semelhantes à furtadas no salão de beleza | Foto: Reprodução
Máquinas semelhantes à furtadas no salão de beleza | Foto: Reprodução

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia: