SuperFlix e mais de 300 sites são derrubados por pirataria

Digiqole Ad

As polícias civis de nove estados e o Ministério da Justiça e Segurança Pública deflagram, nesta quinta-feira (08.jul.2021), a terceira fase da Operação 404, que visa o combate à pirataria digital.

Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão. Também foram bloqueados sites e aplicativos que transmitem conteúdos ilegais. Ao todo, 334 sites e 94 aplicativos de transmissão ilegal de conteúdo foram bloqueados, e os referente perfis em redes sociais e buscadores de internet foram removidos. Os policiais cumpriram 11 mandados de busca e apreensão.

O principal crime investigado na operação é o de violação de direito autoral . A pena é de dois a quatro anos de reclusão, além de multa. Quem consome pirataria também pode ser condenado a reclusão de três meses a um ano ou multa.

De acordo com o Rondônia Agora, um dos sites derrubados é o SuperFlix , plataforma bastante utilizada para assistir filmes e séries gratuitamente. No Twitter, o termo ‘SuperFlix” se tornou um dos mais comentados nesta quinta-feira, já que o site era bastante popular.

“Não precisava de assinatura para acessar o site, os administradores ganhavam por acesso. Somente nos dados de pesquisa realizado pela Polícia, foi verificado que no mês de maio deste ano, o site teve mais de 17 milhões de acesso, sendo considerado um dos mais acessados no país”, detalhou o delegado Swami Otto, de acordo com o portal.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Central de Jornalismo

https://www.tudoemdia.com

Leia também

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida