Corpo vilipendiado em Flor de Minas foi sepultado novamente na última segunda-feira, após ser periciado | Foto: Reprodução/WhatsApp
Corpo vilipendiado em Flor de Minas foi sepultado novamente na última segunda-feira, após ser periciado | Foto: Reprodução/WhatsApp

Distrito de Flor de Minas. O corpo da vendedora de 27 anos, vilipendiado na noite do último sábado (10.jul.2021), foi sepultado novamente na última segunda-feira (12.jul.2021), após ser periciado. O sepultamento ocorreu no cemitério de Flor de Minas, distrito de Gurinhatã, no Pontal do Triângulo Mineiro.

O crime foi descoberto no último domingo (11.jul.2021). O Tudo Em Dia falou com a PCMG, responsável pelas investigações do caso.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

O funcionário do cemitério encontrou o caixão aberto e o cadáver exposto. O corpo é de uma mulher de 27 anos, que faleceu em decorrência da Covid-19. As partes íntimas da mulher foram cortadas e levadas.

A vítima foi identificada como Poliana Pereira, mãe de dois filhos, de 11 e 9 anos.

CCAA Capinópolis

Poliana Pereira era natural do distrito de Flor de Minas e morava em Ituiutaba. Poliana era vendedora e é mais uma vítima das complicações da COVID-19. Após ter sido infectada pelo coronavírus, se recuperou, mas a doença a fez mais suscetível à pneumonia, segundo médicos. Ela ficou duas semanas internada, mas acabou sendo vítima da segunda doença.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais, sob comando do delegado Rafael Faria. A PCMG abriu inquérito para apurar as responsabilidades, podendo o suposto autor ser acusado por violação de sepultura e vilipêndio de cadáver.

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia: