Sérgio Reis, cantor sertanejo | Foto: Reprodução
Sérgio Reis, cantor sertanejo | Foto: Reprodução

O deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) e o cantor Sérgio Reis são alvos de operação da Polícia Federal nesta sexta-feira (20/8).

Os mandados foram expedidos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e atendem a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) que apura manifestações contra as instituições. As buscas são feitas no Rio de Janeiro e em Brasília.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

No início da semana, 29 subprocuradores-gerais da República assinaram uma representação contra o cantor após áudios do cantor com ameaças ao STF circularem nas redes sociais. O artista também é alvo de um inquérito da Policia Civil do Distrito Federal.

Apesar de se dizer arrependido, Sérgio Reis ainda defendeu a manifestação contra o STF e disse que não tem medo de ser preso. “Se não fizer uma paralisação, não muda este país. Não sou frouxo. Não sou mulher. Cadeia é para homem. Eu não saí daqui de casa. Estou aqui em casa quietinho. Se a Federal vier me buscar, eu vou. Não matei ninguém. Não prejudiquei ninguém. Nunca falei mal de nenhum ministro”, afirmou.

CCAA Capinópolis

No vídeo, que circula nas redes sociais, Sérgio Reis diz que caminhoneiros e agricultores estavam organizando um movimento “para salvar o país”.

Já em um áudio, ele faz ameaças ao STF e ao Senado.

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia: