Ex-diretor penitenciário é morto com oito tiros no Aparecida, em BH

Digiqole Ad

Um homem, de 46 anos, ex-agente penitenciário, morreu com oito tiros na porta da casa dele, no bairro Aparecida, na região Noroeste de Belo Horizonte. O crime aconteceu na porta da casa dele por volta das 18h dessa quinta-feira (24). Fontes ligadas à reportagem disseram que ele já foi diretor de presídio.

O pai da vítima relatou aos policiais que o filho, que trabalhou em um presídio por 14 anos até 2018, saiu de casa para fazer uma corrida de aplicativo, quando sofreu os disparos. Ele chegou a ver o momento em que o filho correu do autor.

Por meio de imagens de câmeras de segurança, é possível ver o momento em que um homem se aproximou do carro da vítima e disparou. Como o tiro falhou, a vítima entrou em luta corporal tentando arrancar a arma. Mas o suspeito recuperou o controle e correu em direção à vítima.

Esta, por sua vez, entrou em casa, momento em que o homem acertou-lhe oito disparos: três no rosto, dois nas costas, um em cada braço e outro na perna esquerda. Em seguida, o autor dos disparos fugiu. Até agora, ninguém foi preso, mas a suspeita é de que tenham participado do crime dois homens, de 31 e 32 anos.

Testemunhas ouvidas pela PM afirmaram que a vítima tinha envolvimento com o tráfico de drogas ligado à favela de Sumaré e que um dos traficantes dessa região seria o mandante do crime.

O pai da vítima, por sua vez, falou que ele tinha um bom relacionamento com a vizinhança e que era irmão de um policial militar. 

A ocorrência foi encerrada na 4ª Delegacia de Plantão Noroeste.

 

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida