Alexandre Garcia | Foto: Divulgação
Alexandre Garcia | Foto: Divulgação

Alexandre Garcia não faz mais parte do time de comentaristas da CNN Brasil. A demissão de Garcia ocorreu na última sexta-feira (24.set.2021). Alexandre fazia parte do quadro Liberdade de Opinião, e chegou a ser desmentido duas vezes por apresentadores da emissora após promover desinformação a respeito do chamado tratamento precoce, formado pela união de remédios ineficazes para o processo de cura da doença, tais como ivermectina e cloroquina.

O jornalista José Trajano soltou o verbo contra Alexandre Garcia, e disse que a redação do canal de notícias vibrou com a saída do comentarista de política.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

“Relatos de que a redação da CNN explodiu em festa. Gritos de comemoração. Apareceu até um bolo pra comemorar”, afirmou no Twitter. “Sempre foi lambe botas dos milicos. Aqui, ao lado do Figueiredo durante os anos de chumbo. Calhorda!”, atacou.

Alexandre Garcia foi demitido da CNN Brasil horas depois de ter defendido o tratamento precoce contra a Covid-19 com remédios sem eficácia comprovada. “Os tais remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas sendo aplicados imediatamente, mesmo antes do resultado do teste. É na fase 1, na fase 2 às vezes evitam hospitalizações”, disparou no CNN Novo Dia.

CCAA Capinópolis

No mesmo comentário, ele indiretamente saiu em defesa da operadora Prevent Senior, alvo de investigação após a descoberta de mortes suspeitas no início da pandemia. Âncora do telejornal, Elisa Veeck falou em nome do canal de notícias desmentindo as informações dadas pelo então colega de emissora:

“Reitero sempre para vocês que nos acompanham que as opiniões emitidas pelos comentaristas do quadro não refletem necessariamente a posição da CNN. E mais um acréscimo aqui neste fim do quadro de hoje, a CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prevenir a covid-19. O que a ciência mostra é que a prevenção, com o uso de máscaras e a vacinação, são as únicas maneiras de combater a pandemia”.

Em nota, a CNN Brasil informou que “rescindiu o contrato” e que a decisão foi tomada depois de Alexandre “reiterar a defesa do tratamento precoce contra a Covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada”.

A exiguidade de Alexandre Garcia frente do jornalismo

O retrato de um dos maiores jornalistas do país, vem sendo reduzido na história do jornalismo brasileiro. A figura de Alexandre Garcia, que viveu momentos de glória na Tv Globo, se resume, na atualidade, a um 3×4 em um monóculo.

Garcia é da geração de jornalistas que não eram contestados publicamente e acabou embebecido pela vaidade. Na era da comunicação social, advinda da inclusão digital, as opiniões fazem parte do cotidiano do brasileiro e o questionamento aos meios de imprensa são recorrentes. Alexandre Garcia deixou a Tv Globo em dezembro de 2018 e deveria ter se aposentado no auge da carreira, no entanto, ingressou na empreitada de defender, com impeto, o governo de Jair Bolsonaro.

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia: