Incêndio florestal destruiu grande área de vegetação | Foto: Bombeiros/Divulgação
Incêndio florestal destruiu grande área de vegetação | Foto: Bombeiros/Divulgação

Prata, Minas Gerais. Raios podem ter causado um grande incêndio florestal na zona rural do Município de Prata. O incêndio teve início na noite da última sexta-feira (24.set.2021), mas só foi controlado no final da manhã de sábado (25.set.2021). Moradores e produtores rurais da região tentaram contem as chamas, no entanto, tiveram e acionar os Bombeiros do 2º Pelotão de Ituiutaba já na manhã de sábado.

No local, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) foi acionado para combater um incêndio florestal que já se estendia desde a noite do dia anterior à solicitação, 24 de setembro, na zona rural do Prata. Prontamente os militares se deslocaram para o endereço citado e trabalharam na extinção das chamas.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

No referido local já se encontravam no combate ao fogo proprietários de terra, trabalhadores rurais e voluntários, além de maquinários agrícolas dos mesmos. Desta forma foram usados para debelar o incêndio, um trator implementado com carreta tanque, bombas costais, sopradores e abafadores.

Segundo as testemunhas que se encontravam no local a queima descontrolada teve início na serra logo após acontecer uma grande quantidade de raios na região e queda de energia elétrica, no entanto não se sabe ao certo qual foi a origem do fogo.

CCAA Capinópolis

Estima-se que o fogo tenha atingido uma área aproximada de vinte e cinco alqueires, incidindo sobre pastagens e reserva florestal. A guarnição do CBMMG de Ituiutaba coordenou e apoiou as atividades de combate e rescaldo na região.

Além desta os bombeiros militares atenderam várias outras ocorrências de naturezas diversas neste dia, muitas delas relacionadas ao fogo.

Incêndio florestal destruiu grande área de vegetação | Foto: Bombeiros/Divulgação
Incêndio florestal destruiu grande área de vegetação | Foto: Bombeiros/Divulgação


O Corpo de Bombeiros lembra a população que na lei dos crimes ambientais (lei nº 9.605/1998), há previsão específica de penalidade para quem provocar incêndio, sendo esta de detenção de seis meses a um ano, e multa.

O artigo 250 do Código Penal também estabelece, para quem provocar incêndio, expondo a perigo à vida, à integridade física ou ao patrimônio de outras pessoas, possibilidade de reclusão de três a seis anos, e multa.

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia: