Em momentos de restrições, entreter as crianças dentro de casa ainda segue sendo um dos maiores desafios desta pandemia. Houve quem se desdobrasse em prol do entretenimento e investisse na criatividade e na imaginação – caso do espetáculo “Os Pequenos Mundos”, que tem estreia nacional nesta sexta-feira (1º), em formato online, pela plataforma Zoom, no projeto #CCBBemCASA.

A produção é concebida pelo premiado grupo catarinense Eranos Círculo de Arte, que é referência em trabalhos cênicos interativos dedicados à infância. A peça fica em cartaz até o dia 21 de novembro e é indicada para crianças de 3 a 8 anos, estendida a toda família.

Magazine Brasil Líbano Dia dos Pais

A narrativa é conduzida por bonecos animados pela atriz Sandra Coelho e confeccionados por Leandro Maman. Dessa forma, pequenas adaptações feitas pelo grupo foram capazes de  transformar a interação real entre a criança e o espetáculo, a fim de deixar a experiência mais divertida. “Quando começamos a pesquisa para ‘Os Pequenos Mundos’, a gente trouxe as nossas experiências teatrais anteriores com crianças, com as possibilidades de elas interagirem com os atores e o cenário. É claro que, agora, temos uma barreira, não estamos presenciais, mas a interação dialoga com nossa ideia que é de levar arte para a infância”,explicou Sandra Coelho, atriz integrante do Eranos Círculo de Arte. Em “Os Pequenos Mundos” o grupo trabalha pela primeira vez com a participação online dos pequenos – que são parte fundamental do espetáculo. “São 20 crianças, no máximo, por sessão, justamente para conseguir interagir com todas elas e trazer um pouco de calor para a frieza que a tecnologia naturalmente tem”, emenda. O microfone delas também poderá ser aberto para quando quiserem se manifestar durante a peça.

 

CCAA Capinópolis

Construção

A obra convida, mesmo de forma virtual, as crianças a participarem de uma aventura por mundos encantados, confeccionados com caixas de papelão. É a  própria garotada quem cria um cenário com o que tiverem à mão e se transformam em atores da produção desse pequeno espaço cênico. A pessoa responsável pela criança recebe, antecipadamente, um tutorial com uma lista de materiais e orientações para a preparação de um espaço cenográfico, em casa, que servirá como ambientação para a experiência teatral, que dura em média 35 minutos. Sandra esclarece que, durante o processo de criação do espetáculo, o grupo distribuiu kits com caixas de papelão de tamanhos diversos para algumas famílias e pediu que registrassem o que os filhos faziam com os materiais, quais brincadeiras propunham, quais reações, histórias, etc. “Uma caixa de papelão é um material acessível para todas as pessoas. É um brinquedo que dá margem para os pequenos criarem diversas coisas. Queríamos entender um pouco da relação das crianças com essas caixas de papelão”, ressalta ela.

 

Apesar dos desafios, a pesquisa foi o pontapé para tornar o ambiente digital uma ferramenta interativa possível e valorizar a presença dos pequenos e suas reações reais pela tela. “A peça é um convite para uma aventura que acontece no universo das caixas de papelão. Eu, enquanto atriz, convido a criança para entrar no meu pequeno mundo. Elas vão conhecer um gigante que mora em um planeta e alguns pequenos animais. Elas estão sendo convidadas para participarem desse universo. De maneira simbólica, estamos dizendo a elas que tudo isso é possível. E, dentro da casa dela também foi construído um pequeno mundo junto aos pais”, finaliza Sandra.

 

“PEQUENOS MUNDOS” NO CCBB

1º de outubro a 21 de novembro de 2021

Sessões aos sábados e domingos, às 15h e 17h

Quintas-feiras – 10h e sextas-feiras – 15h

*As sessões de domingo terão acessibilidade com intérprete de libras e audiodescrição

** O valor arrecadado com a bilheteria será doado

integralmente para a Associação Colmeia de acolhimento infantil – Belo Horizonte .

 

Ingressos à venda a R$30 (inteira) R$15 (meia)

Pelo site www.bb.com.br/cultura ou pelo site    www.sympla.com.br/produtor/ospequenosmundos

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis
Ouça o podcast do Tudo Em Dia:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui